Importância da nutrição em batata

A aplicação de aminoácidos no enchimento dos tubérculos da batata pode influenciar na melhoria da produtividade e da qualidade.

O ciclo de desenvolvimento das plantas de batata é dividido basicamente em cinco etapas, que compreendem plantio, crescimento inicial, tuberização, enchimento dos tubérculos e maturação. Em cada etapa ocorrem alterações morfológicas, em função de específicos estímulos fisiológicos, como os diferentes balanços hormonais, que estão relacionados à genética e aos fatores externos, como temperatura, luminosidade, água e nutrientes.

Cada cultivar de planta de batata possui, em sua característica genética, exigências nutricionais e climáticas específicas para atingir seus respectivos potenciais produtivos e qualitativos. Para alcançar estes maiores potenciais é necessário atender cada fator destas exigências, que vão desde a escolha de um local adequado para o plantio, como um lugar com a altitude ideal, passando pelo adequado preparo físico e a escolha de batata-semente sadia e com bom vigor. O produtor também deve se atentar à escolha da cultivar adequada para a região e à data de plantio, além de propiciar um solo anteriormente cultivado com plantas de rotação de culturas e/ou que possui um adequado equilíbrio da microbiota, sem deixar de lado um adequado fornecimento de irrigação. E, ainda, há outros dois fatores fundamentais: o emprego de um manejo nutricional equilibrado e de um bom controle fitossanitário durante o desenvolvimento das diferentes fases de crescimento do cultivo.

Tendo esse preparo, é chegada a hora de  atender às necessidades da planta de batata em cada etapa fenológica, fornecendo a melhor condição possível para que ela absorva água e nutrientes do solo em quantidade suficiente para a realização com eficiência de diversos processos fisiológicos, como a fotossintética para a geração de carboidratos. São estes últimos que serão utilizados para a manutenção fisiológica das folhas ou até mesmo irão ajudar na formação de novos tecidos da parte aérea e no enchimento dos tubérculos.

No entanto, mesmo buscando por meio do manejo cultural atender às exigências da necessidade do material genético, todos os anos, há, nas diferentes regiões do Brasil, situações de estresses, como excesso ou falta de chuvas, variação na temperatura e luminosidade, que podem proporcionar o desequilíbrio nutricional, afetando, assim, o desenvolvimento das plantas e a formação dos tubérculos de batata.

Produtividade e qualidade dos tubérculos são fatores essenciais para alcançar maior rentabilidade
Produtividade e qualidade dos tubérculos são fatores essenciais para alcançar maior rentabilidade

Por exemplo, na fase do enchimento dos tubérculos, em que as plantas atingem o máximo crescimento vegetativo e está ocorrendo o crescimento e enchimento dos tubérculos, as plantas alcançam também seu ponto máximo de demanda nutricional. Então, nesta fase, as plantas se tornam mais sensíveis a estresses, em que dependendo de seus níveis, poderão influenciar negativamente o desenvolvimento, levando a possíveis distúrbios fisiológicos que podem repercutir em variação no tamanho, assim como, em menor produtividade e qualidade final dos tubérculos de batata.

Por isso, é fundamental proporcionar um melhor equilíbrio nutricional e fisiológico das plantas, para que consigam obter um melhor desempenho, minimizando assim o efeito dos estresses ambientais. Na agricultura, atualmente, há soluções à base de aminoácidos, que, quando combinados com outros elementos nutricionais, proporcionam incremento na eficiência da absorção foliar e radicular dos nutrientes, auxiliando na manutenção dos níveis fisiológicos, reduzindo a condição estressante e, assim, favorecendo um melhor desenvolvimento das plantas de batata como um todo.

Os aminoácidos, além de favorecerem a nutrição das plantas como agentes complexantes/quelantes dos nutrientes, facilitam a absorção via raízes e folhas; quando são bioativos, proporcionam diversos benefícios na fisiologia das plantas, pois possuem diversas funções naturalmente nas plantas, como componentes das proteínas, precursores de hormônios vegetais endógenos e na redução dos fatores estressantes do cultivo.

Desta forma, no cultivo de batata, é necessário sempre proporcionar melhores condições para o desenvolvimento das diferentes fases fenológicas, com destaque a fase de formação e enchimento, para que as plantas consigam alcançar melhores níveis de seu potencial produtivo, com melhor qualidade e uniformidade no tamanho dos tubérculos e, assim, maior rentabilidade final.

 

Marcos Revoredo, Alltech Crop Science, Unesp Jaboticabal

ver mais artigos
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura