Importância do equilíbrio nutricional na fisiologia da maturação da cana

A importância do equilíbrio nutricional na fisiologia da maturação das plantas de cana-de-açúcar.

O ciclo de desenvolvimento das plantas de cana-de-açúcar é dividido basicamente em quatro estádios fenológicos: brotação e emergência, perfilhamento, período de grande crescimento vegetativo e maturação. Sendo que, em cada estádio ocorrem alterações morfológicas, em função de específicos estímulos fisiológicos, como os diferentes balanços hormonais, que estão relacionados à genética e aos fatores externos, como a temperatura, a luminosidade, a água e os nutrientes.

Além disso, sabe-se que cada variedade possui em sua característica genética exigências nutricionais e climáticas específicas para atingirem seus respectivos potenciais produtivos e qualitativos.

Para alcançar estes maiores potenciais é necessário atender cada fator destas exigências, que vão desde a escolha de um local adequado para o plantio, o preparo físico do solo e a escolha de toletes ou mudas pré-brotadas (MPBs) de qualidade. O produtor também deve se atentar à escolha da cultivar adequada para a região e à data de plantio, além de propiciar um solo anteriormente cultivado com plantas de rotação de culturas e/ou que possui um adequado equilíbrio da microbiota. E ainda há outros dois fatores fundamentais, como o emprego de um manejo nutricional equilibrado e de um bom controle fitossanitário durante o desenvolvimento das diferentes fases de desenvolvimento do cultivo.

No entanto, mesmo buscando por meio do manejo cultural atender às exigências da necessidade do material genético, todos os anos, há nas diferentes regiões produtoras de cana-de-açúcar no Brasil, situações de estresses, como o excesso ou a falta de chuvas, variação na temperatura e luminosidade, que podem proporcionar o desequilíbrio nutricional, afetando, assim, o crescimento e a maturação dos colmos das plantas de cana-de-açúcar.

Na fase de maturação, momento em que ocorre o intenso acúmulo de sacarose nos colmos, é fundamental que as plantas estejam equilibradas nutricionalmente para o desenvolvimento contínuo dos processos fisiológicos, assim como na manutenção da atividade fotossintética. Todos os elementos nutricionais são importantes para o desenvolvimento das diferentes fases do cultivo, no entanto, para a fase de maturação, alguns elementos estão relacionados diretamente ao acúmulo de sacarose nos colmos. Pode-se destacar o fósforo (P), que participa da produção de ATP (adenosina trifosfato) para as atividades enzimáticas e outros processos metabólicos, o potássio (K) no transporte de carboidratos e atividade estomática/taxa fotossintética; o magnésio (Mg) na síntese de clorofila, influenciando também na atividade fotossintética; o nitrogênio (N) e o molibdênio (Mo) no metabolismo de enzimas, com destaque para a fixação de CO2, no processo de fotossíntese; o boro (B), que além de participar da formação da parede celular e na produção de raízes absorventes na fase de maturação, participa do transporte de açúcares e na formação e balanço de fito-hormônios. Os demais micronutrientes, como cobre (Cu), manganês (Mn) e zinco (Zn), participam do metabolismo da atividade fotossintética e, ainda, estão relacionados com a atividade de compostos antioxidantes, que agem reduzindo as espécies reativas de oxigênio.

Por isso, é fundamental proporcionar um melhor equilíbrio nutricional e fisiológico das plantas, para que estas consigam obter um melhor desempenho, minimizando assim o efeito dos estresses ambientais. Na agricultura, atualmente, há soluções a base de aminoácidos e extratos vegetais que combinados com os elementos nutricionais, proporcionam incremento na eficiência da absorção foliar dos nutrientes, auxiliando na manutenção dos níveis fisiológicos, reduzindo a condição estressante e, assim, favorecendo um melhor desenvolvimento do cultivo.

A Alltech Crop Science possui uma importante solução, o Honey, que é constituído por aminoácidos e extratos vegetais, combinados com os elementos nutricionais potássio (K), boro (B) e molibdênio (Mo). Quando aplicado no início da fase de maturação dos colmos de cana-de-açúcar ou, ainda, aos 90 dias antes da colheita, a tecnologia da Alltech auxilia em uma maior intensificação do transporte dos fotoassimilados para os colmos, mantendo o equilíbrio das plantas para a atividade fotossintética, resultando ao final em um maior incremento de Açúcar Total Recuperável (ATR) e de peso dos colmos.


Marcos Revoredo, Alltech Crop Science

ver mais artigos
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura