​Novo Brasil tem sua força no campo

Próximo da realização do VI Congresso ANDAV –Fórum & Exposição, a ANDAV relembra que leu no plenário da edição passada do evento – há um ano – um manifesto pautado em temas macroeconômicos que permanecem em urgência e necessitam do empenho do governo federal. Seis frentes foram destacadas. A primeira delas relacionada ao acesso docrédito rural, que pediaa desburocratização, modernização da legislação, do incentivo correto por meio de facilitações e de subsídios destinados ao produtor que são realmente necessários para retirar da encruzilhada esses empresários agrícolas, que fazem uma verdadeira revolução no campo sendo essenciais para a balança comercial brasileira.

Outra frente foi o seguro agrícola, que caminha lado a lado com a logística, outro destaque. Ambos não podem ficar esquecidos no momento em que a economia necessita de uma ampla recuperação do produto nacional e de uma política cambial que gere superávit primário.

Necessária ainda (e outra frente contida no manifesto), é uma legislação que tipifique o contrabando dos agroquímicos ilegais como crime hediondo, que começa pela inclusão dos empresários em caráter irrevogável na lista do Ministério da Fazenda que inviabilize o acesso ao crédito.

Por fim, a segurança do transporte e do armazenamento dos produtoseraiminente, primando por melhores condições de segurança, essenciais para aumentar os investimentos no agronegócio.

Em suma, o manifesto do ano passado – que continua mais atual do que nunca – foi entregue para as autoridades do agronegócio brasileiro, em especial foi direcionado para a ex-ministra da agricultura Kátia Abreu. Na ocasião, o canal de distribuição já estava em alerta sobre os rumos do cenário político brasileiro, da morosidade na tomada de decisões e do desarranjo político enfrentado pelo governo no Congresso. E mais: já estava claro que o nosso setor seria o principal fator de desiquilíbrio positivo na balança comercial. Fato que se mostrou concretizado.

O rombo poderia ser muito maior, mas como em outras crises já enfrentadas, o poderio de toda a nossa cadeia produtiva sempre ajuda a macroeconomia.Como todos nós estamos ávidos por mudanças, a ANDAV deixa claro que passou da hora de “olhar" com uma grande lupa para os principais gargalos do agronegócio.

A agricultura brasileira já é grande frente ao cenário mundial e podemos ser verdadeiros gigantes, apresentar soluções à crise enfrentada por nós brasileiros, criar incentivos para mudar o eixo de migração do campo para as grandes cidades e gerar uma mudança também nos péssimos índices de empregabilidade que estamos vivenciando.Representamos o canal de distribuição de insumos agrícolas e veterinários e movimentamos70%do negócio de proteção de cultivos e de nossos associados que, aliás, apresentaram um faturamento superior a R$ 34bilhões no último ano agrícola e empregaram mais de 50 milfuncionários diretos, além dos indiretos.

Toda essa discussão sobre melhorias, profissionalização, aspectos políticos, cases e cenários futuros, farão parte do VI Congresso– ANDAV Fórum & Exposição.Da experiência vivenciada na edição passada e aqui brevemente descrita, geroutoda a programação de conteúdo de 2016. Portanto, reforçamos a necessidade da adesão de todo canal de distribuição de insumos agrícolas e veterinários, dos profissionais da indústria, das entidades e associações de classe e do produtor, que é sempre bem-vindo, nos traz experiências sobre os seus desafios e nos ajuda a pensar de maneira mais completa sobre o nosso negócio.

Desta forma, buscamos a cada edição do Congresso inovar a pauta das discussões e ampliar os temas abordados em apoio constante às demandas e ao crescimento sustentável do setor.Para incentivar ainda mais os profissionais envolvidos com a cadeia, oVI Congresso ANDAV– Fórum & Exposiçãoapresentará os vencedoresdoI Prêmio ANDAV, destinado aos distribuidores que realizaram trabalhos desafiadores e que de alguma maneira transformaram para desenvolvera comunidade onde atuam.

De 15 a 17 de agosto, estaremos reunidos no Transamerica Expo Center, em São Paulo-SP, para avaliar nosso cenário, exigir ações práticas do governo federal e debater a evolução da maior vocação econômica do Brasil: o agronegócio.


ver mais artigos

Por Henrique Mazotini, presidente executivo da Associação Nacional dos Distribuidores de Insumo Agrícolas e Veterinários (ANDAV), que organiza o VI Congresso ANDAV– Fórum & Exposição

CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura