Novos tratores Valtra Séries A4s e A4 chegam cheios de novidades

Com projeto totalmente novo, design moderno e bem planejado, a Valtra lança as séries de tratores A4s e A4, com motores de três cilindros e transmissão sincronizada com duas opções de reversores

As séries A4s e A4 elevaram os tratores de potência menor de 105cv da Valtra de baixa potência a um novo patamar de tecnologia e conforto. Sucessores da antiga Série A Geração 2, com os modelos tradicionais A750, A850 e A950, a nova Série A4s conta com três modelos: A74s com 79cv, A84s com 89cv e o A94s com 99cv. Além disso, o lançamento da Série A4 complementou o portfólio de média potência da marca. A nova série lançada no ano passado tem os modelos A94 e A104, com 99cv e 105cv, respectivamente.
O projeto totalmente novo dispõe de versões plataformadas e cabinadas. O design moderno e bem planejado, que está de acordo com os padrões finlandeses, pode ser visto nas novas linhas. Porém, os pontos fortes e as novidades não ficam somente no visual. Destaca-se a nova motorização, agora com motores eletrônicos AGCO Power de três cilindros, projetados para atender a norma MAR-1, a nova transmissão sincronizada com duas opções de reversores e um excelente escalonamento de marchas.

MOTOR

Com a nova fase da norma MAR-1, a partir do início do ano, onde o controle de emissões se aplica a motores abaixo de 100cv, as séries A4s e A4 contam com motores eletrônicos projetados para atender a norma. Os motores AGCO Power de três cilindros garantem potências de 79cv a 105cv e contam com turbo intercooler e o sistema iEGR de recirculação de gases. A opção pelo gerenciamento eletrônico do sistema, uma novidade na categoria, entrega em primeira mão ao pequeno e médio produtor um equipamento com tecnologia de ponta, similar às máquinas vistas na Europa. 

As duas séries possuem motores eletrônicos com controle de emissões

Uma série de benefícios acompanha os novos motores AGCO Power, como: otimização da injeção de combustível; otimização da pressão de injeção, mesmo em baixas em baixas rotações; modo de segurança e códigos de erro informando onde se encontra o problema. Todas essas características possibilitam trabalhar em rotações mais baixas, tornando o motor mais econômico e com respostas mais rápidas, aumentando eficiência e rendimento na operação.
Os motores de três cilindros eletrônicos representam a evolução da Valtra. É um motor mais compacto, que oferece um maior torque e potência máxima em uma rotação mais baixa que os demais modelos, possibilitando uma maior durabilidade. O menor número de componentes também é um fator bastante importante. Diminuindo a quantidade de itens em deslocamento relativo, é possível reduzir perdas e aumentar a eficiência do conjunto. Além disso, a manutenção - a troca de óleo e filtros - é reduzida, devido ao menor volume de óleo lubrificante utilizado. Outro ponto de destaque desses motores é a curva de potência com uma tendência linear, quando comparada à dos motores mecânicos, permitindo trabalhar em uma ampla gama de rotações.

TRANSMISSÃO

As novas séries trazem uma transmissão moderna e intuitiva. Totalmente sincronizada, a nova transmissão oferece 12 marchas à frente e 12 à ré, divididas em dois grupos de seis velocidades cada. Para os produtores que necessitam de velocidades extremamente baixas, as máquinas podem ainda ser equipadas com o redutor (creeper), oferecendo uma máquina com 24 marchas para cada sentido. Reversor mecânico e eletro-hidráulico estão disponíveis para todos os modelos. 

Um diferencial da transmissão, quando equipado com reversor eletro-hidráulico (PowerShuttle), é o botão Hi-Shift. Localizado na manopla da alavanca de marchas, ele permite que sejam efetuadas as trocas sem o acionamento do pedal da embreagem, bastando pressionar o botão e selecionar a marcha desejada. Benefício percebido pelo operador já no primeiro contato, diminuindo a fadiga e aumentando diretamente o conforto operacional.

SISTEMA HIDRÁULICO

As linhas oferecem duas ou três válvulas de controle remoto

A série A4s e a A4 contam com sistemas hidráulicos de centro aberto (bombas de engrenagem), porém com vazões distintas. A série menor dispõe de uma bomba com vazão de 27L/min para os sistemas de direção e serviços internos, e outra bomba com vazão de 65L/min disponível para as válvulas de controle remoto. Já a Série A4, dispõe igualmente da bomba de 27L/min para serviços internos, porém pode dispor de mais uma (57L/min) ou duas (98L/min) bombas para o acionamento de implementos nas VCRs. Quando as máquinas forem equipadas com vazão de 98L/min, pode-se trabalhar somente com uma bomba em funcionamento, dispondo de 41L/min, ou com o acionamento simultâneo das bombas, apenas com o aperto do botão de soma de vazão, dispondo de 98L/min. As linhas oferecem duas ou três válvulas de controle remoto, conforme a versão vendida.
A evolução também chegou no levante de três pontos. Os modelos A4s e A4 possuem capacidade de levante nos três pontos de 3.000kgf e 4.300kgf, respectivamente, atendendo a todo tipo de implemento destinado a essa faixa de potência. Uma novidade nos tratores é o ajuste eletrônico de profundidade e altura máxima, cópia de solo e velocidade de descida, proporcionando maior precisão e qualidade nas operações.

TOMADA DE POTÊNCIA

As duas séries dispõem de duas opções de velocidades: 540rpm e 540/540Erpm, dependendo da versão do modelo. Equipados com um eixo de seis estrias, o acionamento é feito eletro-hidraulicamente do posto de operação, através de uma embreagem independente.

AMBIENTE DO OPERADOR

Principais controles estão localizados à esquerda do operador

Os tratores Valtra sempre se destacaram por seu alto nível de acabamento e detalhes no posto de operação. Nas séries A4s e A4 não é diferente. O trator plataformado oferece praticidade e comodidade, com plataforma plana e espaçosa, com degraus que possibilitam um fácil acesso e comandos ergonomicamente dispostos no entorno do operador. As versões cabinadas foram projetadas para oferecer conforto e proteção ao operador, através de uma cabine ampla e de excelente visualização. Assim como na versão plataformada, os comandos foram distribuídos todos ao alcance do operador, sem necessidade de grandes movimentos. Em ambas as versões, os botões de acionamento da TDP, da tração dianteira e do bloqueio de diferencial são todos eletro-hidráulicos. Os tratores A4s com reversão eletro-hidráulica e todos os modelos da Série A4, contam com o botão de memória de rotação. Ao pressionar o botão, o motor automaticamente atinge uma rotação memorizada pelo operador, oferecendo ganho de tempo, produtividade e precisão na operação.

ver mais artigos