Nutrição e defesa natural das plantas contra mofo branco e podridão cinzenta da raiz

Complexo nutricional bioativador melhora sanidade das plantas e sua resistência natural ao ataque de doenças como o mofo branco e a podridão cinzenta da raíz e haste da soja.

O Ultra Mn Max é um complexo nutricional bioativador de alta absorção e translocação nos tecidos vegetais 100% biodegradável. Além disso, apresenta em sua camposição aminoácidos, ácidos carboxílicos e fosfitos, que possuem ação direta e indireta sobre patógenos, aumentando a resistência natural das plantas, melhorando sua sanidade. O Mofo Branco, doença causada pelo fungo Sclerotinia sclerotiorum, pode ocasionar perdas de produtividade acima de 70% na cultura da soja. É encontrado principalmente nas inflorescências, pecíolos e ramos. Os sintomas iniciais da doença são manchas encharcadas, que progridem para uma coloração castanha, com um crescimento de micélio de coloração branca e aspecto cotonoso sobre essas manchas. Por ocorrer em mais de 400 espécies de plantas e é uma doença de dificil controle, pois apresenta estruturas de resistências (esclerodios) que podem permanecer viáveis no solo por até 10 anos. A Podridão Cinzenta da Raiz e da Haste da soja, causada por Macrophomina phaseolina, é de ocorrência generalizada nos solos cultiváveis do Brasil. Nas últimas safras,  houve diversos relatos de áreas com significativa incidência e severidade dessa doença. Essa é uma situação preocupante, por se tratar de um fungo que sobrevive sobre os restos culturais e também apresenta estruturas de resistência.Tais características coloca em cheque a efetividade de uma das principais estratégias de manejo que seria a rotação de culturas. Diante deste contexto, surge a necessidade de buscar novas alternativas para o manejo dessas doenças. Trabalhos realizados ao longo dos últimos dez anos, em parceria entre Spraytec e a Universidade de Buenos Aíres, comprovaram que o produto Ultra Mn Max apresenta efeito inibitório de vários tipos de fungos causadores de danos as culturas agricolas. Como todos os métodos de controle apresentam limitações, é necessária a investigação do modo de ação do Ultra Mn Max sobre esses patógenos.

Objetivo

Avaliar a sensibilidade in vitro de concentrações crescentes de Ultra Mn Max sobre o desenvolvimento micelial de Sclerotinia sclerotiorum e Macrophomina phaseolina.

Material e Métodos

O experimento foi realizado no laboratório de fitopatologia da Universidade de Buenos Aires e também no departamento de Pesquisa da Spraytec Fertilizantes. Os tratamentos consistiram em diferentes doses de Ultra Mn Max. O Ultra Mn Max foi adicionado em meio fundente de cultura BDA (Agar Batata Dextrose) que propicia condições ideais para o desenvolvimento do fungo. No centro de cada uma das placas contendo os diferentes tratamentos foi colocado um disco contendo um micélio ativo de S. sclerotiorum e M. phaseolina.Foram feitas 3 repetições de cada tratamento, esses foram mantidos em BOD a ± 23°C por 7 dias. Diariamente era feita a mensuração do crescimento micelial em cada tratamento, utilizando paquimetro digital. Ao final do experimento os dados foram analisados para obter a dose que causa total inibição do crescimento micelial.

Resultados

Os resultados encontrados na Universidade de Buenos Aires e no setor de Pesquisa da Spraytec Fertilizantes mostraram resultados semelhantes, demostrando que o complexo nutricional Ultra Mn Max tem efeito inibitório sobre o desenvolvimento de S. sclerotiorum (Figura 1), e sobre o desenvolvimento de M. phaseolina (Figura 2). Não só inibe o micélio, mas também a produção de escleródios. A investigação desses efeitos em condições de laboratório é muito importante para se conhecer o efeito isolado do produto sobre o agente causal da doença. Vale ressaltar que o meio de cultura utilizado e a incubadora propiciam condições ideais para o desenvolvimento dos fungos. Como pode ser observado (Figuras 1 e 2), Ultra Mn Max causou inibição significativa do desenvolvimento dos fungos, demostrando o efeito fugistático do produto. Os resultados encontrados podem ser explicado pela natureza bioquímica do Ultra Mn Max, uma complexa mistura de compostos distintos, de alta absorção e translocação nos tecidos vegetais, 100% biodegradável e de alta sinergia com defensivos químicos. Em experimentos de campo e de casa de vegetacao, as doses sugeridas são de 200 a 400 cc/ha.

Figura 1 - Efeito do Ultra Mn Max na inibição do desenvolvimento de Sclerotinia sclerotiorum em condições controladas (observe a inibição dos escleródios) – Em condições de campo, a melhor eficácia de controle foi observada com doses entre 200 a 400 cc/ha
Figura 1 - Efeito do Ultra Mn Max na inibição do desenvolvimento de Sclerotinia sclerotiorum em condições controladas (observe a inibição dos escleródios) – Em condições de campo, a melhor eficácia de controle foi observada com doses entre 200 a 400 cc/ha
 Figura 2 - Efeito do Ultra Mn Max na inibição do desenvolvimento de Macrophomina phaseolina em condições controladas (observe a inibição dos escleródios) – Em condições de campo, a melhor eficácia de controle foi observada com doses entre 200 a 400 cc/ha
Figura 2 - Efeito do Ultra Mn Max na inibição do desenvolvimento de Macrophomina phaseolina em condições controladas (observe a inibição dos escleródios) – Em condições de campo, a melhor eficácia de controle foi observada com doses entre 200 a 400 cc/ha

Conclusão

O Ultra Mn Max apresenta efeito inibitório sobre o desenvolvimento do Mofo Branco e da Podridão Cinzenta da Raiz e da Haste da soja. A inibição do desenvolvimento dos fungos e seus escleródios é de suma importância para dar condições para que a planta expresse seus mecanismos de defesa e preserve seu potencial produtivo, constituindo-se dessa forma uma importante ferramenta no manejo desses patógenos de díficil controle.

Marcelo Carmona, Faculdade de Agrononomia, Universidade de Buenos Aires

ver mais artigos
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura