O poder feminino lidera a Dekalb USA Tour 2018

Um grupo com 38 agricultoras embarcou nesta semana para os Estados Unidos em uma missão técnica que, além de discutir boas práticas e os rumos da agricultura mundial, vai discutir o papel das mulheres no agronegócio brasileiro. Elas formam a Dekalb USA Tour 2018, que será completamente formada por agricultoras, executivas e professoras – além de toda a equipe que acompanhará as agricultoras ser composta somente por mulheres.

tour passará por Saint Louis, West Lafayette e Chicago e as participantes terão a oportunidade de visitar uma das unidades da Bayer onde serão recebidas pelas principais executivas da empresa para discutir temas ligados à inclusão e diversidade no agronegócio e inovação.

As empresas estão abraçando melhor o papel profissional e social das mulheres dentro das organizações. Companhias que fazem isso têm maior engajamento e retêm mais funcionários. No agronegócio, uma área vista até então como masculina, as mulheres vêm conquistando terreno, ou melhor, lavouras. Uma pesquisa realizada pela ABAG (Associação Brasileira do Agronegócio) apontou que a presença da mulher na agricultura já alcança 42% de mercado. Isso significa para nós que quase metade da riqueza gerada na agricultura provém da mão feminina. E isso é muito bacana.

A preparação que as mulheres fazem para entrar no mercado de trabalho é maior. A presença delas em cursos de doutorado ou mestrado, por exemplo, ultrapassa o masculino. Nesse aspecto, as mulheres que participarão do tour terão a oportunidade de aprofundar esses conhecimentos em diversos temas como inovação, desenvolvimento de novos híbridos e agricultura digital. Elas também visitarão laboratórios de desenvolvimento de sementes e fazendas de clientes americanas da Dekalb, além de participar de aulas na Universidades de Purdue e na Chicago Booth School of Business.

Esta é a primeira viagem técnica no mundo do agronegócio que é focada em pilares de diversidade. A ação espelha uma política de inclusão e diversidade que, a cada ano, se consolida ainda mais na companhia e torna-se referência em todo o mercado. Eu tenho oportunidade de trabalhar em uma empresa que apoia e prega a igualdade entre os gêneros. Igualdade salarial, igualdade de crescimento de carreira, igualdade de decisão sobre como tocar os negócios. E tudo isso é visto na prática por aqui, e não apenas no discurso.

O mais importante é que a gente promova e apoie a diversidade, porque acreditamos, porque queremos e porque é o correto a se fazer. Isso é muito importante para a Dekalb, que é signatária do movimento de Solidariedade pela Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres, criado pela ONU Mulheres, ‘#ElesPorElas’ (#HeForShe). A participação do homem é importante para que a mensagem e a ideia sejam cada mais propagados e compreendidos por todos nós, sejamos homens ou mulheres.

ver mais artigos

Por Tiago Di Biase, líder comercial da Dekalb