Pneu: o item que gira o agronegócio

Foto: Charles Echer

Que o Brasil está passando por uma das suas piores crises, não é novidade. Porém, ainda há setores no país batalhando para manter sua produtividade em alta, garantindo assim empregos e a movimentação da economia. As atenções devem se voltar ao agronegócio esse ano: a expectativa para o agronegócio é melhor do que para os outros setores da economia brasileira em 2016, pois o setor deve registrar crescimento. Segundo a Abag (Associação Brasileira de Agribusiness), o PIB (Produto Interno Bruto) do agronegócio deve crescer entre 2% e 2,5%.

Para o segmento de pneumáticos, essa é uma boa perspectiva. Uma parcela importante deste mercado são as máquinas agrícolas, como colheitadeiras e tratores. Segundo dados da Anfavea (Associação de Fabricantes de Veículos Automotores), em março deste ano as vendas desse tipo de veículo cresceram 17% em relação a fevereiro, ou seja, existem máquinas novas e antigas em campo. Tais dados significam mais equipamentos trabalhando e que, futuramente, precisarão de itens de reposição para continuarem executando suas atividades.

O pneu é responsável pela transmissão da energia do motor da máquina para o solo, tornando-se um item de extrema importância para as várias operações realizadas no campo. Com a evolução da tecnologia aplicada nos pneus e a quantidade de opções aumentando no mercado, ficou mais fácil para o produtor escolher o modelo ideal para o maquinário, conforme a necessidade da operação. Ou seja, sem esse importante item, o agronegócio não gira.

É nesse momento de crise que os revendedores de pneus devem aproveitar as oportunidades. Orientar o produtor para realizar uma manutenção adequada, a troca no tempo certo e mostrar qual o melhor produto para o seu trabalho garante que a venda de pneus agrícolas mantenha o setor aquecido. De 25 a 29 de abril ocorre em Ribeirão Preto a Agrishow 2016, uma das maiores e mais completas feiras de tecnologia agrícola do mundo e um dos principais agentes de estímulo ao produtor rural.

Na ocasião, os representantes dos pneumáticos estarão disponíveis para apresentar as novidades voltadas ao agronegócio. Um momento para mostrar como garantir que a lavoura continue movimentando o setor de pneus e garantindo a boa produtividade no campo.

ver mais artigos

Dirceu Delamuta