Qualidade de semeadura

A semeadura constitui-se em um dos fatores fundamentais para o sucesso no estabelecimento e posteriormente, na produtividade da lavoura, sendo assim,as semeadoras representam um importante papel dentro do processo deprodução, pois a produtividade de uma cultura é afetada de modo significativo peloestande de plantas, principalmente, pela variação da uniformidade de distribuição desementes no sulco de semeadura.

É durante o plantio que se define o potencial produtivo das lavouras.O plantio de uma lavoura deve ser muito bem planejado, pois determina o inicio de um processo de cerca de 120-140 dias que afetará todas as operações envolvidas, além de determinar as possibilidades de sucesso ou insucesso da lavoura.

A semeadura deve possibilitar o estabelecimento rápido e uniforme da população de plantas desejada. Para isso, a semeadora deve formar um ambiente propício para que a semente entre em íntimo contato com o solo, possibilitando a absorção de água, essencial para o início do processo de germinação, além de promover a dosagem apropriada de sementes para a obtenção da população ideal de plantas/ha.

A importância da operação de plantio pode ser analisada sobre dois aspectos: financeiro e qualitativo.

Sobre o aspecto financeiro, ressalta-se que é durante a operação de plantio que são alocados grande parte dos custos de produção utilizados na condução de uma lavoura. No caso da soja, 69,6% do total dos insumos utilizados na cultura, são aplicados no plantio; 41,9% da mão-de-obra necessária para conduzir a lavoura é utilizada no plantio e 15,9% do custo operacional da lavoura é aplicado na operação de plantio, sendo assim pode-se firmar que 47,7% do custo total da lavoura de soja é alocado durante a operação de semeadura. No caso do milho, os custos alocados durante o plantio chegam a 49,6% do custo total da lavoura.

Sobre o aspecto qualitativo, deve-se considerar que a qualidade do plantio sofre a interferência de vários fatores, dentre os quais, destaca-se: a qualidade física e fisiológica das sementes, a semeadora, a velocidade de plantio, a cobertura do solo (palhada) e a condição do solo.

No caso específico da implantação das diferentes culturas sob o Sistema Plantio Direto (SPD), as semeadoras têm papel fundamental no desenvolvimento do processo, para tanto a máquina tem que efetuar cinco funções básicas:

- cortar a palha,

- abrir um sulco para deposição de fertilizante e semente;

- distribuir fertilizantes e sementes em quantidades adequadas;

- depositar sementes e fertilizantes no solo em profundidade adequada;

- cobrir o sulco.

NEWLAND FULL

A NEWLAND FULL é uma asmeadora 100% pneumática, destinada ao Plantio Direto de grãos graúdos em médias e grandes propriedades que vem de encontro às necessidades e exigências das principais culturas. Apresenta alta tecnologia embarcada visando proporcionar maior qualidade na implantação das culturas.

O pacote tecnológico inclui o inédito sistema de caixa central de fertilizantes, além de caixa central de sementes, sistema ISOBUS e distribuição de sementes através de sistema pneumático.

Disponível em modelos individuais de 13,15 e 17 linhas com espaçamento de 45cm e 22, 26, 30 e 34 linhas utilizando duas máquinas acopladas.

Poucos pontos de lubrificação, menor manutenção e maior agilidade e rapidez no abastecimento de adubo e semente resultam em alto rendimento operacional.

A NEWLAND FULL foi desenvolvida para proporcionar maior eficiência na operação de semeadura, aliando maior qualidade de plantio e a maior produtividade (rendimento) operacional, no Plantio Direto de grãos graúdos.

A qualidade do plantio pode ser traduzida pela utilização de linhas de semeadura pantográficas e pela utilização do distribuidor pneumático Vacuum System para distribuir as sementes que é acionado pelo sistema de cabo flexível, garantindo movimentos precisos e uniformes ao disco distribuidor.

O grande diferencial da máquina é a utilização de caixa central de adubo onde a distribuição do produto é realizada pelo Multi Dosador Semeato – MDS, aliado ao sistema pneumático para condução do produto até as linhas, com alta precisão e baixa manutenção. Neste sistema, o fertilizante é depositado no reservatório central que possui na sua base inferior um rotor único que é o responsável pela dosagem da quantidade desejada de fertilizante. Ao passar pelo rotor, o produto cai em um duto por onde passa fluxo de ar gerado por uma turbina. O fertilizante, então é conduzido até o manifold (chapéu) onde ocorre a divisão para cada uma das linhas da máquina. Depois de passar pelo 'chapéu' o produto segue sendo conduzido pelo fluxo de ar até as linhas.

A transmissão dos mecanismos de distribuição de fertilizantes e de sementes é realizada através de motores hidráulicos. O sistema é composto por motores de alto torque e baixa rotação, proporcionando movimentos contínuos de rotação, melhorando assim a uniformidade da distribuição de sementes e fertilizantes.

A máquina está equipada com o sistema ISOBUS - Padrão Internacional de Comunicação Eletrônica entre diferentes máquinas de diferentes fabricantes. Este sistema controla a transmissão, possibilitando alterar as dosagens de sementes e fertilizantes com um simples toque na tela.

O sistema ISOBUS permite que se utilize o mesmo console do trator para controlar a plantadeira, não havendo necessidade de instalar outro equipamento no trator.

Com este sistema, a máquina está preparada para fazer aplicações em taxa variável, tanto de adubo como de sementes. Para isso, é necessário que o console do trator também esteja preparado.

Atualmente as sementes carregam uma “carga" tecnológica muito grande, portanto de nada adianta adquirir a 'melhor' semente se no momento de distribuí-las no solo, as mesmas sejam “maltratadas".

O sucesso de uma lavoura é o resultado do somatório de vários fatores, que, juntos, vão determinar o lucro ou o prejuízo, alguns sob o controle do homem, outros não.

A utilização de máquinas e equipamentos agrícolas, quando feita de maneira correta, além de resultar em lavouras com alto potencial de produção, melhora a eficiência operacional e aumenta a capacidade efetiva de trabalho, facilitando assim as tarefas dos agricultores.

Ao considerar que é no plantio que se define o potencial de produção das lavouras, é possível afirmar quea semeadora é o equipamento mais importantedentro do parque de máquinas de uma propriedade produtora de grãos.


ver mais artigos

Semeato S.A.

CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura