Rastrear matéria-prima é alternativa para auxiliar no controle da produção sucroenergética

Por Bernardo de Castro, presidente da divisão de Agricultura da Hexagon.

Rastrear matéria-prima, especialmente no setor sucroenergético, é uma das maiores demandas tecnológicas atuais. Essa medida é uma forma de garantir o bom fluxo na linha de produção, acompanhando, com informações confiáveis e em tempo real, desde a origem da cana até a entrega à usina onde será processada. 

Uma das razões para esse rastreamento da cana-de-açúcar é pelo tipo de plantação adotado no país. É comum usar terras de terceiros para a produção da matéria-prima, geralmente pela quantidade de cana colhida ou pela análise qualitativa do produto. Nessa hora, o gestor de uma indústria sucroenergética precisa ter à mão um sistema tecnológico com dados precisos e passíveis de auditoria. 

Um dos principais papéis da tecnologia agrícola é assegurar produtividade e otimizar processos. Uma maneira que conseguirmos isso é por meio dos desenvolvimentos da plataforma HxGN AgrOn, como o AgrOn Rastreabilidade de Matéria-Prima. Através de hardwares e softwares instalados em colhedoras, transbordos e carretas dos caminhões, é possível fazer a coleta de dados de cada etapa do processo, registrando a trajetória da matéria-prima até seu destino final.

No primeiro estágio, a colhedora é emparelhada ao transbordo e, por meio de uma conexão própria, envia os dados capturados durante a colheita para o transbordo. Na segunda, o transbordo transfere os dados para a carreta que vai levar a produção para a usina. Por fim, na última etapa, a entrega da matéria-prima, os caminhões chegam na indústria e as informações de cada carreta são transmitidas para o software de recepção. Essas informações de campo são armazenadas e contabilizadas nos sistemas de gestão e controle da empresa. Com todas as informações coletadas, o sistema faz uma entrega conjunta e atrelada tanto aos sistemas de gestão (ERPs) agrícola quanto ao industrial.

Além de aumentar a precisão dos dados de produção, através da leitura dessas informações, é possível saber qual a produtividade da área. Dessa forma, o gestor pode fazer a análise dos seus processos de cultivo e planejar, com mais eficácia, o replantio do canavial. O rastreamento garante, também, a redução da intervenção humana, a melhoria na qualidade das operações e maior agilidade na logística de transporte. São fatores importantes para fazer a gestão eficiente do negócio e aumentar os índices de produtividade. 

ver mais artigos

Bernardo de Castro

CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura