Alvo monitorado

  • Página 38 |
  • Set 2019 |
  • Alfredo Riciere Dias, Suzany Santos de Moura, Nathana da Cruz Krug, José Donizete Queiroz Otone, Fundação Chapadão

Por que é fundamental o monitoramento constante das lavouras de algodão para definir as melhores estratégias contra a mancha-alvo, seja em relação ao fungicida a ser utilizado ou ao emprego de outras opções de manejo necessárias para enfrentar esta doença agressiva.

Dentro do âmbito de novas doenças que têm surgido e ganhado importância na cultura do algodoeiro, destaca-se a mancha-alvo, causada pelo fungo Corynespora cassiicola, cujo primeiro relato em algodão foi descrito em 1959 em lavouras do Mississippi, nos Estados Unidos (Jones, 1961). No Brasil, a primeira ocorrência no algodoeiro foi em 2005 nas lavouras comerciais de algodão em Campo Verde, Mato Grosso (Mehta et al, 2005), considerada doença secundária. Hoje, porém, o cenário é diferente, sendo relatada em algumas regiões como a principal doença, ocasionando desfolha precoce nos campos cultivados com algodoeiro. 

Seja assinante e leia a matéria na íntegra

Matérias da Edição:
  1. Página 14

    Agentes aliados

  2. Página 18

    Custo de tratar

  3. Página 22

    Eficácia otimizada

  4. Página 30

    Alvos agrícolas

  5. Página 32

    Como controlar

  6. Página 41

    Futuro semeado

  7. Página 42

    Mofo disseminado

Edição Anterior
  • N 243

    Ago 2019

    Teste de fogo para fungicidas

Próxima Edição
  • N 245

    Out 2019

    Soma de esforços contra doenças em soja

CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura