Combinação compatível

  • Página 22 |
  • Fev 2019 |
  • Juliana Aparecida Borelli Pereira Leite, Silvânia Helena Furlan e Glauber Henrique Pereira Leite, Instituto Biológico

Prática que se popularizou por permitir a redução do número de aplicações na lavoura e diminuir o custo final de produção, a associação de fungicidas com nutrientes ou indutores de resistência demanda a correta avaliação de compatibilidade física e química entre os produtos. Aprofundar o conhecimento sobre esse tema pode auxiliar a otimizar o manejo de doenças importantes, como a ferrugem-asiática da soja

Aplicação de mistura de fungicidas e fertilizantes é uma prática bastante utilizada no controle de doenças e correção de deficiência nutricional na cultura da soja. Porém, pouco se conhece sobre o uso combinado dos nutrientes e fungicidas. Este tipo de estudo é importante para conhecer a compatibilidade do emprego destes produtos em única operação e fornecer informações para a melhoria nos métodos de controle de determinadas doenças. É o caso da ferrugem-asiática da soja (Phakopsora pachyrhizi), pela sua importância.

A compatibilidade física e química entre os produtos deve ser observada quando houver associação à calda de pulverização. A compatibilidade física corresponde à decantação e à formação de grânulos que ocasionam entupimento dos bicos de pulverizações e à perda de eficácia dos produtos. Já quanto à compatibilidade química é importante saber que em reações alcalinas para pH acima de 7 nas caldas de pulverizações pode ocorrer decomposição dos produtos, comprometendo a eficácia do tratamento.  A principal vantagem do uso associado dos produtos está na possibilidade de reduzir o número de pulverizações na lavoura, pois em uma única aplicação pode ser realizado tanto o controle de doenças ou pragas quanto o fornecimento de nutrientes essenciais para a soja e com isso reduzir o custo final de produção.

Seja assinante e leia a matéria na íntegra

Matérias da Edição:
  1. Página 12

    Vetor de doenças

  2. Página 15

    Safrinha maiúscula

  3. Página 20

    Gigantes da soja

  4. Página 24

    Arranjo lucrativo

  5. Página 28

    Na hora certa

  6. Página 38

    Controle eficaz

  7. Página 40

    Mudas irrigadas

Edição Anterior
  • N 236

    Jan 2019

    Especial 2018: Manejo vencedor

Próxima Edição