Manejo de podridão-negra-das-brássicas

  • Página 33 |
  • Ago 2021 |
  • João César da Silva,Tadeu Antônio Fernandes da Silva Júnior, José Marcelo Soman, Daniele Maria do Nascimento, Luana Laurindo de Melo e Antonio Carlos Maringoni, FCA/Unesp

A podridão-negra-das-brássicas é uma doença hostil, capaz de comprometer a estrutura foliar das plantas, causar atraso no crescimento e até mesmo levá-las à morte. Para manejá-la é necessário um programa unificado de controle que ajude a manter a população bacteriana abaixo do nível de dano econômico.

 

A família Brassicaceae é composta por várias espécies botânicas de grande importância agronômica, econômica e científica. Brócolis, couve-flor, couve-de-folha e repolho, variedades da espécie Brassica oleraceae, são alguns exemplos dessa família, amplamente utilizados na alimentação pelo alto valor nutricional que apresentam, sendo fontes de vitaminas, minerais, ácido fólico e fibras, além de conter glicosinolatos, reconhecidos por suas propriedades anticancerígenas.

As brássicas são cultivadas no mundo todo, desenvolvendo-se melhor em clima frio, entretanto, existem cultivares adaptadas para regiões de clima quente. Essas hortaliças, na maioria das vezes, apresentam ciclo curto e custo de produção relativamente baixo, comparado a outras espécies hortícolas. No Brasil, o cultivo é realizado em todos os estados e representa uma atividade estratégica para a economia de algumas regiões, como nos Cinturões Verdes das regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste. 

Seja assinante e leia a matéria na íntegra

Edição Anterior
Próxima Edição
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura