Melhor alternativa

  • Página 34 |
  • Fev 2019 |
  • Camila Ferreira de Pinho, Ana Claudia Langaro, Jéssica Ferreira Lourenço Leal, Amanda dos Santos Souza, Fernando Ramos de Souza, Gabriella Francisco Pereira Borges de Oliveira e Gledson Soares de Carvalho, UFRRJ; João Maurício,

Frequentemente associada a casos de resistência a herbicidas, a buva desponta entre as principais plantas daninhas a limitar cultivos agrícolas no Brasil. Encontrar estratégias de controle mais eficientes e economicamente vantajosas se torna fundamental para enfrentar este desafio.

O sucesso na dessecação é imprescindível para viabilizar o plantio da cultura sem interferência de plantas daninhas. Uma dessecação bem feita é aquela que é realizada antecipadamente, utilizando-se herbicidas de amplo espectro de controle e alta eficiência. A dessecação tem por objetivo a eliminação tanto das culturas de cobertura, quando existentes na área, como das plantas daninhas presentes no local. Além disso, uma boa dessecacão é fundamental para se estabelecer o sistema de plantio direto, permitindo que a semeadura seja realizada adequadamente e garantindo a emergência da cultura “no limpo”. Ao emergir sem a presença de plantas daninhas, a cultura possui maior vantagem competitiva, garantindo um desenvolvimento inicial rápido e vigoroso.

Seja assinante e leia a matéria na íntegra

Matérias da Edição:
  1. Página 12

    Vetor de doenças

  2. Página 15

    Safrinha maiúscula

  3. Página 20

    Gigantes da soja

  4. Página 24

    Arranjo lucrativo

  5. Página 28

    Na hora certa

  6. Página 38

    Controle eficaz

  7. Página 40

    Mudas irrigadas

Edição Anterior
  • N 236

    Jan 2019

    Especial 2018: Manejo vencedor

Próxima Edição