Safrinha maiúscula

  • Página 15 |
  • Fev 2019 |
  • Tiago Madalosso, João Mauricio Trentini Roy e Fernando Fávero, Copacol

Semear de modo adequado e na época correta, controlar pragas como percevejos e lagarta-do-cartucho, ajustar a adubação, manejar doenças e plantas daninhas estão entre os principais aspectos a serem observados para alcançar sucesso no cultivo de milho de segunda safra.

O milho é o cereal de maior volume de produção no mundo, estando o Brasil entre os principais produtores e exportadores mundiais. Por ser uma planta C4, possui um dos maiores potenciais de produção de grãos por área. Esta característica, aliada às suas propriedades bromatológicas, faz do milho a principal fonte de energia para a produção das rações utilizadas na alimentação de animais. A produção brasileira de milho tem aumentado nos últimos anos, principalmente pela ampliação das áreas de cultivo e incremento de produtividade na segunda safra, também conhecida como safrinha. A partir da safra 2011/12, a produção de milho de segunda safra superou a primeira safra. Atualmente, cerca de 2/3 da produção total de milho do Brasil é realizada na segunda safra. 

Seja assinante e leia a matéria na íntegra

Matérias da Edição:
  1. Página 12

    Vetor de doenças

  2. Página 20

    Gigantes da soja

  3. Página 24

    Arranjo lucrativo

  4. Página 28

    Na hora certa

  5. Página 38

    Controle eficaz

  6. Página 40

    Mudas irrigadas

Edição Anterior
  • N 236

    Jan 2019

    Especial 2018: Manejo vencedor