NOTÍCIAS

3º Prêmio Mulheres do Agro anuncia finalistas

Sustentabilidade e transformação digital: estas foram as principais diretrizes para as nove produtoras finalistas do 3º Prêmio Mulheres do Agro. Com destaques para as regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul, as empreendedoras rurais que se classificaram nos três primeiros lugares da ediçãoforam protagonistas por suas gestões inovadoras que vão desde pecuária, avicultura e suinocultura, a grãos de soja, milho, trigo, café e eucalipto.

Idealizada pela Bayer, em parceria com a Associação Brasileira do Agronegócio (ABAG), a iniciativa reconhece a atuação feminina em três categorias - pequena, média e grande propriedade - e valoriza as boas práticas agropecuárias e a gestão sustentável com foco nos pilares econômico, social e ambiental. "Entre os cases inscritos, os que mais chamam a atenção foram aqueles que se destacam por fazer uso racional de recursos naturais, aumento da eficiência da produção com gestão inovadora, projetos que permitam o desenvolvimento social da comunidade ou de colaboradores da propriedade, bem-estar animal e valorização do capital humano", explica Gislaine Balbinot, gerente de Comunicação da Abag.

Neste contexto, os nomes escolhidos para a fase final da 3ª edição do Prêmio Mulheres do Agro foram: Tatiele Dalfior Ferreira (Governador Lindenberg, Espírito Santo); Simoni Tessaro Niehues (Serranópolis do Iguaçu, Paraná); Mara Motter (Três Arroios,Rio Grande do Sul); Clarisse Liana Weber Volski (Pitanga, Paraná); Kamila Laida Guimaraes Aguiar (Rio Verde, Goiás); Michelle Rabelo de Morais (Pato de Minas, Minas Gerais); Flávia Montans (Rio Verde, Goiás); Simone Felisbino (Rio Verde, Goiás); Luciana Dalmagro (Batatais, São Paulo).

A premiação será realizada no dia 27 de outubro, às 11h14, durante a 5ª edição do Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio . Este ano, o evento terá formato digital.

3ª edição do Prêmio Mulheres do Agro

Esta edição da premiação ultrapassou a marca de 200 inscrições e, desde que foi criada, em 2018, mais de 550 produtoras contaram sua história por meio da iniciativa. De lá para cá, o Prêmio Mulheres do Agro já reconheceu o trabalho de 18 agricultoras e pecuaristas de várias regiões do Brasil.

"Entre as inscrições válidas, nós tivemos um aumento de 61% em relação a 2019. Este número, sem dúvida, se deve a um trabalho realizado, não só pela Bayer e a Abag, mas por nossas Embaixadoras do Prêmio Mulheres do Agro. Nesta edição, ganhamos um reforço de um grupo de produtoras que se destacam por suas trajetórias e boas práticas agrícolas: Sônia Bonato (GO), Carla Rossato (PR), Dulce Ciochetta (MT), Cristiane Steinmetz (GO), Geni Schenkell (MT) e Luciane Rheinheimer (RS). Durante toda a fase de inscrições, estas mulheres incentivaram outras agropecuaristas a se inscreverem na premiação", finaliza Francila Calica, gerente de Comunicação Corporativa da Bayer.

Para saber mais, acesse: www.premiomulheresdoagro.com.br.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura