NOTÍCIAS

Aço inoxidável aumenta vida útil da adubadora

Modelo inoxidável permite maior vida útil ao equipamento.

Economizar e ganhar mais no fim da safra é o desejo de muito produtores em todo Brasil. As empresas então se empenham e buscam mais tecnologia que gere menos desperdício, mais qualidade e mais produção. É o caso da MP Agro Máquinas, conforme explica o diretor comercial, Michael Periani, “Desde o início os projetos foram pensados na utilização do inox inoxidável. Nossos equipamentos são 100% produzidos com o material, que é altamente durável e resistente”, diz.

Por serem utilizados materiais corrosivos em contato com o aço na aplicação de adubos e fertilizantes, o modelo inoxidável permite maior vida útil ao equipamento, “pois não sofre corrosão e consequentemente menos manutenções e despesas com jateamento e pintura como em modelos de aço carbono presentes no mercado, ou seja, mais dinheiro no bolso do produtor”, aponta Periani.

A linha de produtos da empresa é composta por distribuidores Autopropelidos (Z), tracionados (T) e para caminhões (Taurus Truck). Todos fabricados com o material em questão. Esse é um diferencial, segundo o diretor presidente, Douglas Peccin. “Uma máquina desenvolvida com aço inoxidável dura a vida toda e o número de manutenções é muito menor comparado a um modelo em aço carbono. Isso pode ser comprovado com pesquisas e no dia a dia no campo. As linhas da MP Agro são 100% em inox, com estrutura reforçada. Também é válido destacar que as esteiras são removíveis e mantém a mesma qualidade, pois são do mesmo material, algo pouco visto no mercado.”, destaca o diretor.

Uso do aço inoxidável na adubadora 

O produtor e cliente da MP Agro, Jader de Bortoli, de Campo Verde-MT, adquiriu da empresa um distribuidor de fertilizantes para transformação de seu autopropelido.  O equipamento, da Linha Z, foi comprado há 7 anos e continua em funcionamento com desempenho até hoje. “Com certeza é um implemento muito durável. Ele roda anualmente 6 mil hectares na fazenda, não tem nada danificado e só realizamos até agora as manutenções indicadas. Além disso, também proporciona uma distribuição perfeita na lavoura”, conta.

Ainda segundo o produtor, também é um diferencial do implemento sua resistência, já que todo ele é feito em aço inoxidável. “Com esse material não há problema de o cloreto enferrujar a máquina e nem tem risco dos próprios roletes travarem por corrosão”, relata o produtor.

Outra vantagem mencionada por Bortoli é a utilização do rastro que o próprio autopropelido deixa na lavoura. “Assim posso fazer minhas coberturas depois, na hora certa e não dá amassamento”, destaca. O plano do agricultor agora é adquirir mais um distribuidor para outro autopropelido que tem na fazenda.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura