NOTÍCIAS

Adama obtém registro para novo produto no combate à mosca branca nas lavouras

Foto: Alice Nagata

Para manter níveis expressivos de produtividade em suas lavouras, os agricultores brasileiros precisam estar atentos à ação de diversas doenças, pragas e plantas daninhas que são inerentes ao cotidiano agrícola. Um dos exemplos mais representativos destes transtornos é a mosca branca, um pequeno inseto que, somente nos tomateiros, pode representar perdas de 40% a 70% na condição de vetor de vírus, segundo dados da Embrapa.

Atenta ao problema e alinhada com seu propósito de simplificar a vida do agricultor, a ADAMA, empresa global de agroquímicos, obteve o registro para sua mais nova solução, voltada para o combate da mosca branca: o inseticida Trivor. O produto controla o desenvolvimento do inseto em todas as suas fases, tornando seus ovos inférteis e quebrando o seu ciclo de atividade nas plantas.

"A mosca branca prejudica a saúde das lavouras em larga escala, pois, além de extrair os nutrientes das plantas, causa fumagina nas folhas inibindo a fotossíntese. Em determinadas culturas de hortifrúti, chega a transmitir viroses por meio do processo de sucção", destaca Fabrício Pacheco, gerente de Produtos da ADAMA Brasil. "Para oferecer um controle efetivo do inseto, Trivor une praticidade e eficácia em sua ação de choque e residual, além de ser facilmente aplicável pelo fato de ser composto por uma mistura pronta".

Trivor chega com a força necessária no manejo do inseto por conta do grande alcance de culturas em que pode ser aplicado. Além de uma grande variedade de culturas de hortifrúti, como batata, tomate, cebola e outras, o inseticida também pode ser aplicado nas lavouras de soja e algodão, que sofrem constantes problemas com as toxinas liberadas pela mosca branca.

ver mais notícias