NOTÍCIAS

ANDAV discute finanças e caminhos tributários para o setor em Brasília

No momento, um dos maiores desafios do segmento de distribuição de insumos agrícolas e veterinários está  na concessão de crédito ao produtor rural e na formação do seu capital de giro. A Associação Nacional dos Distribuidores de Insumos Agrícolas e Veterinários (ANDAV), representada por seu Conselho Diretor composto por empresários dos principais estados do país, realizou encontro em Brasília para apresentação do trabalho do setor de distribuição de insumos agropecuários e sua importância para a produção do agronegócio no Brasil, além da oportunidade de debater sobre as oportunidades de acesso do setor ao mercado financeiro. 

O evento, realizado na sede do Instituto Pensa Agro (IPA) contou com a presença dos representantes do Governo Federal, Antônio Luiz Machado Moraes, Coordenador-Geral de Crédito Rural da Secretaria de Política Agrícola do MAPA, Ivandré Montiel da Silva, Secretário-Adjunto de Política Agrícola e Meio Ambiente, Francisco Erismá Oliveira Albuquerque, Coordenador-Geral de Crédito Rural e Normas, do Ministério da Fazenda, Cláudio Filgueiras Pacheco Moreira, Chefe do Departamento de Regulação, Supervisão e Controle de Operações de Crédito Rural e Proagro do Banco Central, João Ferrari Neto, Chefe da Divisão de Acompanhamento das Operações de Crédito Rural (DEROP/Diore) do Banco Central do Brasil, João Henrique Hummel Vieira, Diretor executivo do Instituto Pensar Agro (IPA) e Itazil Fonseca Benício dos Santos, Diretor Administrativo e Financeiro, do IPA.

O presidente do Conselho Diretor da ANDAV, Antonio Henrique Botelho Lima, distribuidor em Primavera do Leste, no Mato Grosso, solicitou informações sobre o trâmite no legislativo quanto aos títulos emitidos por meio dos Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA). Foi confirmado que as mudanças devem ocorrer em breve. A previsão é que todo o trabalho técnico finalize e vá para a aprovação da Câmara dos Deputados e posterior sanção presidencial ainda este ano.Durante o encontro, ficou evidente que o setor de distribuição de insumos agropecuários tem dois caminhos que podem surtir o efeito de captação de recursos financeiros desejado: o CRA e o CDCA - Certificado de Direitos Creditórios do Agronegócio. Quanto ao CDCA, trata-se de um instrumento bastante ágil, podendo ser uma solução importante para o setor no que diz respeito a captação de recursos financeiros, visto que os distribuidores já possuem crédito aprovado junto as instituições financeiras e balanço auditado. 

O Plano Safra e suas eventuais mudanças também foi tema do encontro e está sendo monitorado pelo setor de distribuição de insumos agropecuários. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), representado por Antônio Luiz Machado Moraes, Coordenador-Geral de Crédito Rural da Secretaria de Política Agrícola, foi taxativo ao dizer que não haverá grandes alterações, seguindo a tendência dos anos anteriores. A expectativa é que se possa propor juros mais baixos ao mercado, o que será bom para toda a cadeia do agronegócio. O Plano Safra deve ser anunciado no próximo mês.


ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura