NOTÍCIAS

BASF abre novo centro de pesquisa e desenvolvimento para proteção biológica de cultivos e soluções de sementes

  • 09/05/2016 |
  • Maria Braga

A BASF colocou em funcionamento um novo centro de P&D na sede da divisão de Proteção de Cultivos em Limburgerhof, na Alemanha. O local conta com duas áreas de pesquisa que estão relacionadas: proteção biológica de cultivos e soluções de sementes. O centro será um polo de expertise, fornecendo soluções em química e biologia para os agricultores do mundo todo. Assim, a BASF está aumentando seu potencial para desenvolver inovações que vão além da proteção de cultivo convencional.

"Nosso investimento na expansão da capacidade representa um grande passo para desbloquear o potencial agrícola de sementes e culturas de maneiras diferentes e inexploradas", disse Philipp Rosendorfer, vice-presidente de P&D em Soluções Funcionais para Agricultura da divisão de Proteção de Cultivos da BASF. A pesquisa de soluções biológicas, que consiste nos organismos e em seus extratos, oferece grandes oportunidades para complementar a proteção química de cultivos da BASF. Além disso, a combinação entre a química e a biologia gera uma nova gama de soluções pioneiras para o tratamento de sementes. "Com as habilidades únicas da BASF em pesquisa e formulações modernas, somos uma das poucas empresas que conseguem fornecer um tratamento de sementes com uma mistura de compostos biológicos e químicos. Isso significa que os produtores conseguem que suas culturas fiquem bem protegidas desde o início do plantio", concluiu Rosendorfer.

Aumento da rede global de P&D

O novo centro irá aumentar a rede global de P&D dos sites da BASF, bem como os locais para experimentos em todas as regiões que se dedicam ao desenvolvimento de soluções biológicas para tratamento de sementes e proteção de cultivos, incluindo o Brasil, Argentina, França, Reino Unido, África do Sul, China, Austrália, EUA e Canadá.

“O centro na Alemanha vai potencializar e respaldar as pesquisas desenvolvidas na América Latina, que hoje é a região que mais tem projetos na área de biológicos”, afirma Reinaldo Bonnacarrere. gerente sênior de Soluções Funcionais para agricultura na América Latina da BASF.

Bonnacarrere destaca que, desde 2013, a unidade em ConCon no Chile desenvolve um produto biológico a base de extrato de Quillay, uma árvore originária daquele país. O produto é indicado para o controle de nematoides em cultivos como frutas, citros, flores, tomate e vegetais. O Bionematicida é comercializado no Chile, Colômbia, Equador, Peru e México. Outros projetos que utilizam a mesma matéria prima estão na fase de desenvolvimento e aguardando aprovação de registros em diversos países, incluindo o Brasil

Grande apoio para o pipeline de negócios futuros

Além de seu portfólio existente em soluções de sementes e proteção biológica de cultivos, a BASF tem uma gama de projetos em seu pipeline, incluindo novos inseticidas biológicos e fungicidas para aplicações foliares e em sementes, ativos químicos aplicados em sementes e melhorias de sementes, tais como revestimentos funcionais. Dentre os recursos disponíveis nas novas instalações temos: Coleção biológica de linhagens, laboratórios e instalações para testes de triagem e aplicação de produtos, laboratório conjunto para combinar o conhecimento de fermentação biológica da BASF com a formulação química e instalações para desenvolver soluções visando melhorar as propriedades de aplicação e manejo das sementes tratadas.

ver mais notícias