NOTÍCIAS

​Basf alerta para a importância do tratamento de sementes de soja

  • 28/09/2016 |
  • Maria Braga

Para ter uma lavoura de soja produtiva e rentável é preciso levar em conta diversos fatores, desde a escolha de insumos até o manejo correto no campo. Nesse sentido, o agricultor deve estar atento na hora de escolher sementes certificadas e de qualidade, já que são essenciais para alcançar bons resultados.

Além de sementes com boa germinação e alto vigor, a Basf recomenda que seja feita a proteção do potencial genético das sementes, blindando-as com um tratamento eficiente e completo para evitar danos provocados pelas pragas e doenças. O potencial de perda de produtividade de uma semente não protegida pode variar entre 10% e 40% e está diretamente relacionado à intensidade da incidência de pragas e doenças, além da época e condições que o plantio é realizado.

Para assegurar lavouras bem estabelecidas e produtivas, a Basf oferece aos produtores rurais o Standak Top, para o tratamento de sementes na cultura de soja. O produto tem funções múltiplas e complementares no seu efeito inseticida e fungicida, blindando as sementes contra o ataque de pragas e doenças de solo que interferem no processo de germinação e plântulas em desenvolvimento. A solução possui três princípios ativos distintos e eficiente no manejo de pragas como lagarta elasmo, coró e tamanduá-da-soja, além de importantes doenças que atacam as sementes e plântulas.

“O Standak Top permite a máxima expressão do potencial genético das sementes, além de oferecer maior tolerância ao estresse hídrico e a nematoides. Propicia uma melhor germinação, vigor de sementes e desenvolvimento de plântulas além de estimular suas defesas naturais”, destaca Fernando Arantes, gerente sênior de Biotecnologia e Tratamento de sementes da Basf.

O título de maior produtividade de soja no Brasil conquistado pelo produtor rural João Carlos da Cruz, no prêmio promovido pelo CESB, se deve, também, ao tratamento de sementes com Standak Top que permitiu o controle de doenças e pragas de solo e evitou perdas durante a implantação e estabelecimento da cultura.

“Para alcançarmos o rendimento de 120 sacas de soja por hectare na safra 2015/16, contamos com o apoio e orientação da equipe Basf antes, durante e depois, utilizamos produtos Basf extremamente eficientes contribuindo para atingirmos a sustentabilidade da produção de soja”, comemora o produtor rural João Carlos da Cruz.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura