NOTÍCIAS

Basf divulga campanha contra pirataria de sementes na Abertura da Colheita de Arroz

A segunda fase da campanha contra a pirataria de sementes será lançada durante a 29ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz, de 20 a 22 de fevereiro no município de Capão do Leão – RS. A iniciativa da Basf alerta os agricultores sobre os riscos do uso de sementes não certificadas. A empresa divulgará o tema para os rizicultores, com orientações técnicas e materiais informativos. 

“As sementes salvas, ou piratas, não tem garantia de qualidade e pureza. O uso de sementes certificadas oferece uma série de vantagens, como uma lavoura uniforme e de maior potencial produtivo. Por isso, é importante o agricultor adquirir sementes provenientes  de multiplicadores licenciados que atendem a todos os pré-requisitos do Ministério da Agricultura”, afirma Vitor Bernardes, gerente de Marketing Arroz e Trigo da Basf. 

Selo Seed Solutions 

A busca por uma lavoura de qualidade começa com o tratamento das sementes com soluções que garantem a sanidade e o vigor do material genético. Diante da importância deste manejo, a Basf lançará o selo Seed Solutions Arroz. Os multiplicadores da tecnologia Clearfield parceiros terão as sementes submetidas a exames laboratoriais para atestar a qualidade do tratamento industrial das sementes de arroz. O selo Seed Solutions já é oferecido aos sementeiros de soja. 

Sistema de Produção Clearfield

O produto certificado oferece a tecnologia Clearfield® que combina sementes geneticamente selecionadas com herbicidas para o controle de plantas daninhas como o arroz vermelho. Lançado há 15 anos, o Sistema Clearfield é utilizado em mais de 80% das áreas de arroz do país e proporcionou aumento de produtividade de aproximadamente 36% ao longo dos anos, contribuindo com o legado da rizicultura brasileira. 

Futuras Inovações

Durante a Abertura Oficial da Colheita do Arroz, a Basf comunicará o desenvolvimento de mais uma inovação. O fungicida Seltima que está em fase de registro é destinado ao controle da brusone, considerada a doença que causa mais prejuízos à cultura. A previsão é de que o produto seja comercializado a partir da safra 2020/2021. 

Outra solução para o controle de plantas daninhas que deve transformar a produção do arroz também será divulgada no evento. O Sistema de Arroz Provisia deve chegar ao Brasil nos próximos anos. O herbicida de amplo espectro de controle de gramíneas na pós-emergência da cultura proporcionará lavouras mais sustentáveis, fazendo do Sistema de Arroz Provisia outro grande marco da rizicultura brasileira. 

Arroz e soja

Todas as tecnologias visam proporcionar maior produtividade e rentabilidade para o agricultor aliadas às boas práticas de manejo. A rotação de culturas é importante para o sucesso da atividade. Nas áreas demonstrativas da Basf no evento, o rizicultor poderá verificar a sinergia das lavouras de soja e arroz, além de conhecer a eficiência das soluções e serviços para as duas culturas. A empresa oferece um portfólio completo para o sistema produtivo arroz e soja. 

“A produção de soja em áreas de arroz auxilia no manejo de pragas, doenças e plantas daninhas, garantindo a longevidade das tecnologias no campo“, explica Helio Cabral, gerente de Marketing Soja da BASF. 

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura