NOTÍCIAS

BASF reforça parceria com cotonicultores no 12º Congresso Brasileiro do Algodão

A BASF, empresa líder em inovação, participa de todas as fases do cultivo do algodoeiro. A empresa reforça a parceria de sucesso com os cotonicultores durante o 12º Congresso Brasileiro do Algodão, realizado de 27 a 29 de agosto em Goiânia (GO).

Pela primeira vez no evento, a BASF apresenta o portfólio de sementes FiberMax que é líder de mercado. As soluções em proteção de cultivos e ferramentas digitais que contribuem para o legado do agricultor também serão destaques no Congresso.

O Verismo é uma das tecnologias apresentadas no maior evento da cadeia de algodão, realizado a cada dois anos. O inseticida é recomendado para o controle de importantes pragas do algodoeiro como lagarta-das-maçãs, lagarta-militar, helicoverpa armigera e curuquerê. A solução já está disponível para o uso no cultivo.

Próximo lançamento em proteção de cultivos

A BASF desenvolveu o novo ingrediente ativo chamado Inscalis. A tecnologia deve ser lançada nos próximos anos no país, para o controle de insetos sugadores. “Esta nova molécula será uma importante ferramenta para o manejo de pulgão e mosca branca, evitando prejuízos nas lavouras de algodão”, afirma Luiz Fernando Straioto, gerente de Marketing de Algodão e Feijão da BASF.

Tecnologia inédita em sementes

A BASF traz ao mercado brasileiro a tecnologia GLTP (GlyTol LibertyLink e TwinLinkPlus). A inovação tem três proteínas Bt em sua composição para o controle mais eficiente das principais lagartas do algodoeiro, além da tolerância aos herbicidas Liberty e glifosato que auxiliam no controle eficiente de plantas daninhas.

A tecnologia chega ao mercado com a variedade FM 985 GLTP que alcançou alta produtividade na safra 2018/19, com rendimento até 12% acima das demais variedades. O sucesso da variedade FM 985 GLTP vem superando as expectativas do mercado por aliar o que há de melhor em genética e tecnologia para oferecer maior rentabilidade ao produtor.

A BASF também trabalha para o lançamento de uma nova tecnologia no cultivo do algodão para os próximos anos. O algodão TLP terá tripla proteção às lagartas e tolerância apenas ao herbicida Liberty.

“Acreditamos que a tecnologia será uma grande ferramenta para o controle de lagartas e principalmente para o manejo de plantas daninhas. A ausência do glifosato ajudará no melhor manejo das plantas voluntárias e soqueiras no sistema produtivo algodão – soja”, explica Warley Palota, gerente Sênior de Negócios de Sementes de Algodão da BASF. 

O algodão TLP foi desenvolvido exclusivamente para o mercado brasileiro, atendendo uma demanda local. A BASF tem uma parceria de longo prazo com os cotonicultores do país para desenvolver soluções para contribuem para o legado do agricultor.

Sobre o 12º Congresso Brasileiro do Algodão

Onde: Centro de Convenções de Goiânia

Data: 27 a 29 de agosto de 2019

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura