NOTÍCIAS

Bayer anuncia metas ambiciosas de crescimento até 2022

  • 05/12/2018 |
  • Bayer AG

O Grupo  Bayer pretende melhorar significativamente seu desempenho nos próximos anos e estabeleceu metas ambiciosas de crescimento até 2022. “Após nossa transformação em uma empresa de ciências da vida com negócios líderes em saúde e nutrição, estamos fortemente posicionados para nos beneficiarmos de importantes megatendências ”, comentou Werner Baumann, Presidente do Conselho de Administração da Bayer AG, nesta quarta-feira (05/12)  no Bayer's Capital Markets Day em Londres. “Vamos criar um valor substancial alavancando nossas capacidades de inovação em crescimento, melhor rentabilidade e maior fluxo de caixa. A eficiência e medidas estruturais recentemente anunciadas nos apoiarão ainda mais nesses esforços. Todas as divisões da Bayer devem contribuir para uma melhoria no desempenho do Grupo até 2022 e além”.

A Bayer tem como meta o crescimento de vendas de aproximadamente 4% no próximo ano e uma média anual de 4% a 5% nos anos seguintes até 2022, com base em taxas de câmbio constantes. Isso corresponde a um aumento nas vendas de 44,6 bilhões de euros (pro forma) em 2018 para cerca de 46 bilhões de euros em 2019 e para aproximadamente 52 bilhões de euros em 2022. A meta de EBITDA antes de itens especiais é de crescimento médio anual de 9%. com um aumento de 11,5 bilhões de euros previstos (pro forma) em 2018 para cerca de 12,2 bilhões de euros em 2019 e para aproximadamente 16 bilhões de euros em 2022. A margem EBITDA antes de itens especiais deve chegar a cerca de 26% em 2018 ), com uma meta de cerca de 27% em 2019 e mais de 30% em 2022. Conforme anunciado anteriormente, a Bayer está objetivando um aumento médio anual do lucro básico por ação (core EPS) de cerca de 10%. Espera-se que o Core EPS aumente para 5,70 a 5,90 euros em 2018, em linha com a orientação anterior, com uma meta de cerca de 6,80 euros em 2019 e cerca de 10 euros em 2022.

Os números pro forma de 2018 baseiam-se no pressuposto de que a aquisição da Monsanto e os desinvestimentos correspondentes - incluindo medidas de financiamento - já haviam ocorrido a partir de 1º de janeiro de 2018. A orientação de médio prazo leva em conta os efeitos da eficiência e medidas estruturais anunciadas em 29 de novembro. Não estão incluídos o desinvestimento planejado da unidade de negócios de Saúde Animal da Bayer, a venda das marcas Consumer Health Coppertone  e Dr. Scholl's , bem como o desinvestimento da participação de 60% da Bayer nos serviços locais alemães. 

Todas as divisões para aumentar as vendas e a lucratividade

Espera-se que as vendas da Crop Science aumentem 4% em 2019, com base nas esperadas vendas pro forma deste ano de 19,3 bilhões de euros. Entre 2019 e 2022, a Bayer tem como meta um crescimento anual médio de vendas de mais de 4% na divisão. A margem EBITDA da Crop Science antes de itens especiais deve chegar a aproximadamente 23% em 2018, com uma meta de cerca de 25% em 2019 e mais de 30% em 2022. Esse aumento é baseado no EBITDA pró-forma antes de itens especiais de 4,5 bilhões euros em 2018. A Crop Science alavancará sua posição de líder de mercado e suas capacidades de pesquisa e desenvolvimento (P & D) para oferecer inovação de classe mundial que beneficie os agricultores e a sociedade, aproveitando a inovação digital para fornecer soluções sob medida.

A íntegra do comunicado em inglês aqui.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura