NOTÍCIAS

Bayer aumenta vendas e lucros

  • 27/02/2019 |
  • Bayer AG

A Bayer completou com sucesso a maior aquisição de sua história e atingiu suas metas operacionais em 2018. “Nós definimos o rumo certo para o futuro”, disse Werner Baumann, presidente do Conselho de Administração, nesta quarta-feira (27/02) na Conferência de Notícias Financeiras, em Leverkusen, Alemanha. As vendas e ganhos do grupo aumentaram em 2018. 

No negócio agrícola (Crop Science), a Bayer registrou vendas de 14,266 bilhões de euros. Os negócios adquiridos representaram cerca de 5,3 bilhões de euros deste valor, enquanto os negócios cedidos à Basf contribuíram com 1,5 bilhão de euros antes do fechamento das respectivas transações em agosto de 2018. O aumento de 6,1% em uma base ajustada de moeda e carteira em grande parte resultou da normalização dos inventários de proteção de cultivos no Brasil, onde os negócios no ano anterior foram impactados pelas medidas necessárias nesse contexto. As vendas também aumentaram nas regiões da Ásia/Pacífico e América do Norte. A Bayer também se beneficiou de acordos de serviços - especialmente acordos de fornecimento e distribuição de produtos - com a Basf em conexão com os negócios alienados. Na Europa, as vendas caíram devido a condições climáticas desfavoráveis e mudanças regulatórias que afetaram determinados produtos da SeedGrowth na França.

Em uma base pro-forma, com as vendas apresentadas como se a aquisição da Monsanto e os desinvestimentos associados já tivessem ocorrido em 1º de janeiro de 2017, as vendas da Crop Science aumentaram 3,1% graças ao crescimento dos herbicidas, fungicidas, inseticidas e sementes de milho, enquanto os negócios da Soybean Seed & Traits combinavam com o nível do ano anterior. Em contrapartida, as vendas diminuíram em Ciências Ambientais, principalmente devido às entregas de produtos mais baixas planejadas para o negócio de consumo vendido em 2016.

O EBITDA de itens especiais da Crop Science avançou 29,8%, para 2,651 bilhões de euros. Este aumento deve-se, em parte, à contribuição de ganhos do negócio recém-adquirido (705 milhões de euros) e ao reconhecimento, no segundo trimestre de 2017, de provisões significativamente maiores para os retornos de produtos no Brasil. Isso se contrapôs à contribuição de lucros rateados do ano anterior dos negócios cedidos à Basf. Os ganhos também foram retidos por uma queda nos volumes na Europa e um efeito cambial negativo de 101 milhões de euros para os negócios pré-aquisição da Bayer.

Em 28 de janeiro de 2019, processos judiciais de aproximadamente 11.200 demandantes haviam sido atendidos nos Estados Unidos em conexão com o glifosato de defensivos agrícolas. "Não concordamos com a decisão de um tribunal de primeira instância no caso Johnson e, portanto, interpusemos um recurso", disse Werner Baumann, Presidente do Conselho de Administração da Bayer. Também em relação a outros procedimentos, sete dos quais estão programados para este ano, ele acrescentou: "Temos a ciência do nosso lado e continuaremos a defender vigorosamente o herbicida importante e seguro para uma agricultura moderna e sustentável".

A íntegra do comunicado em inglês está disponível aqui

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura