NOTÍCIAS

Benefícios do potássio na adubação

É muito provável que você já saiba que o Potássio (K) é um nutriente absorvido pelas plantas em grande quantidade e que, juntamente ao Nitrogênio (N) e Fósforo (P), são os elementos mais aplicados nas adubações anualmente. Mas não é só a quantidade utilizada pelas culturas que o torna importante para a Nutrição de Plantas. Veja alguns exemplos da importância do K nas adubações!

• Diferentemente dos outros macronutrientes primários – Nitrogênio e Fósforo – o Potássio não forma compostos orgânicos, o que faz com que ele seja muito móvel dentro das plantas. Ele está disponível no solo na forma iônica (K+) e entra nas raízes juntamente com a água absorvida pelas plantas.  

• Mas a afinidade do Potássio com a água não pára por aí. Após entrar pelas raízes e se direcionar para os caules e folhas, o potássio exerce um papel fundamental na forma com que as plantas controlam a entrada de água. Os estômatos são minúsculas estruturas que se encontram em sua maior parte nas folhas e que tem por função controlar a entrada de gás carbônico e saída de oxigênio e vapor de água (transpiração) nas plantas. Sem o potássio estes estômatos não funcionam corretamente, fazendo com que ou se abram ou fechem parcialmente ou de forma mais lenta, dificultando a absorção de água e prejudicando outros processos como....

• ... a fotossíntese! Plantas deficientes em potássio apresentam redução na fotossíntese - que é o processo de produção de energia pelas plantas. Como as plantas produzem menos energia começam a respirar com maior intensidade para sobreviver e acabam gastando suas reservas energéticas que são os açúcares e óleos . E, como você deve ter suspeitado, se a planta está deficiente em potássio e consumindo suas reservas, a sua produção e produtividade tendem a diminuir.

• E falando em reservas, o potássio tem um papel muito importante no transporte de açúcares dentro das plantas. Durante a fotossíntese o gás carbonico, água e nutrientes são transformados em açúcares nas folhas. E é do potássio a tarefa de transportar grande parte destes açúcares e outros produtos das folhas para órgãos de reservas como os grãos, frutos e raízes. Ou seja, sem o potássio, além da planta produzir menos e gastar mais energia, ela ainda tem maior dificuldade de transportar e armazenar estes açúcares.

• O potássio, além dos benefícios nutricionais já abordados acima, gera outros muito importantes às plantas como tolerância a frio, a pragas e doenças. No caso da tolerância a frio, teores adequados de potássio fazem com que a água que está dentro das plantas não congele em temperaturas mais baixas. Desta forma, em casos menos severos, não há formação de gelo dentro das plantas e estas conseguem tolerar melhor o frio com menor impacto no metabolismo. No caso de doenças, é importante lembrar de que o potássio regula a entrada de água nas plantas. Quando estas estão bem “hidratadas” a superfície de suas folhas ficam mais rígidas, o que dificulta a entrada de doenças como fungos e bactérias ou mesmo a penetração de “picadas” de insetos (pragas).

Mas é importante lembrar que, tão critico quanto a aplicação de potássio nas culturas, o fornecimento balanceado deste nutriente é fundamental para o sucesso das adubações. A utilização de ferramentas de decisão importantíssimas como análise de solo, análise de folhas e o histórico da área podem fazer o potássio render mais e melhor!

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura