NOTÍCIAS

Cafeicultores podem trocar grãos por sistema de irrigação

Por meio dessa modalidade de financiamento Barter, o produtor pode obter equipamentos ou até mesmo um sistema completo de irrigação.

Os produtores de café que precisam irrigar as lavouras e querem investir em sistemas que aumentam a produtividade têm a opção de financiar os equipamentos com a própria colheita. Esta operação, que está disponível na empresa Hydra Irrigações, em Linhares, é chamada de "Barter". Por meio dessa modalidade de financiamento, o produtor pode obter equipamentos ou até mesmo um sistema completo de irrigação, sem necessidade de buscar crédito com instituições bancárias. De acordo com o valor do negócio, será definida a quantidade de sacas necessárias para a realização da transação.

Etapas

Nesse sistema de Barter, o produtor rural usa a commodity como pagamento. “Para isso, foi firmada uma parceria com uma trading que atua como agente financiador e recebedor do volume de sacas, de acordo com o negócio contratado. Essa negociação é intermediada pela Unibarter, que é parceira no processo de implantação”, explica o diretor da Hydra Irrigações, Elídio Torezani.

Antes de realizar a operação, são necessárias algumas etapas, como análise de crédito, fixação do preço futuro do café e o prazo de entrega da tecnologia de irrigação bem como dos grãos.

Os interessados nessa forma de investimento devem procurar a loja da Hydra, que fica no Centro de Linhares. Também há as opções de atendimento por WhatsApp, e-mail e pelo site da empresa.

Irrigação 

 Os produtores estão no período de colheita de café conilon, o momento mais esperado do ano . Vários fatores contribuem para que o objetivo anual seja alcançado, entre eles, a elaboração e a execução de um bom projeto de irrigação.

“A Hydra leva muito sério seus projetos de irrigação e sempre busca formas de facilitar a vida de seus clientes e ajudar o cafeicultor a ter sucesso em sua colheita”, pontua Torezani.

Para garantir um boa colheita, o diretor da Hydra destaca que é importante cumprir uma série de etapas, além da irrigação, como escolha do material genético, plantio, tratos culturais, controle fitossanitários, nutrição, entre outras.

Alta produtividade

Foi o que fez o Sítio Santa Júlia, dos Irmãos Bianchi, em Governador Lindenberg (ES). Graças à assistência agronômica e ao projeto de irrigação da Hydra, a produção atingiu o auge da maturação, com mais de 90% de frutos cerejas, refletindo em qualidade final da bebida. Neste ano, em que será realizada a segunda colheita da área, a expectativa é que a produção supere as 150 sacas por hectare.

"Os produtores fizeram uso de tensiômetros e do extrator de solução do solo para manejar de forma correta a irrigação e a fertirrigação. Todo o processo é executado pelo Fertione, que é o controlador automático de injeção de fertilizantes", explica Torezani.  

Ele diz que a ideia do projeto de "Barter" é justamente ampliar o acesso à irrigação de boa qualidade para garantir alta produtividade na lavoura. “E isso sem pesar nas finanças dos produtores, dando oportunidade para o seu crescimento com um investimento voltado para o aumento da produção”, conclui. Essa forma de financiamento foi possibilitada por meio de uma parceria entre a Unibarter e a Netafim, empresa da qual a Hydra Irrigações é revendedora.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura