NOTÍCIAS

Cana geneticamente modificada contribui na produtividade e sustentabilidade aos canaviais

Variedades OGM resistentes à broca, desenvolvidas pelo Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), oferecem ganhos de produtividade e sustentabilidade à produção. - Foto: Wenderson Araujo/CNA

As variedades OGM resistentes à broca, desenvolvidas pelo Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), oferecem ganhos de produtividade e trazem sustentabilidade à produção de cana-de-açúcar.

O usuário da tecnologia Bt obtém ganhos de até R$ 2.000 por hectare, variando em função da intensidade da infestação e da qualidade do manejo agronômico do produtor.

Desde 2017, o CTC desenvolveu e obteve a aprovação comercial de seis variedades Bt, adaptadas às condições de clima e solo das várias regiões canavieiras. 

Por serem resistentes à praga, essas variedades evitam as grandes perdas de produtividade causadas pelo inseto, reduzem custos de produção e trazem ganhos em sustentabilidade. Anualmente, a broca provoca prejuízos estimados em R$ 5 bilhões aos canaviais brasileiros.

Estudos entomológicos apontam que, para cada 1% de infestação da praga, perde-se cerca de 1,5% de produtividade, medida em toneladas de açúcar por hectare. 

Por terem sido geneticamente modificadas para resistir à broca, as canas Bt têm eficácia de controle próxima a 100%, praticamente eliminando a presença da praga. 

As canas Bt substituem com significativas vantagens econômicas e ambientais os controles atualmente em uso no setor, que empregam inseticidas químicos ou biológicos, que controlam, no máximo, 70% da infestação da praga, por apenas alguns meses durante ciclo da cultura até a sua colheita.

“O foco da nossa equipe é aumentar a produtividade da cana por meio do melhoramento genético convencional, e proteger esse ganho a partir da biotecnologia, visando mais sustentabilidade e redução de custos”, diz a bióloga Adriana Capella, que comanda o time de pesquisadores e cientistas do CTC. Adriana é especialista em genética e lidera as pesquisas das novas variedades geneticamente modificadas desenvolvidas pelo Centro e da edição genômica, uma das técnicas mais modernas para melhoramento de diversos organismos, incluindo plantas.

Economia

Livre da broca, um canavial oferece matéria-prima para a usina com maior qualidade, proporcionando economia no uso de insumos nos processos de produção do açúcar e do etanol.

Canaviais atingidos pela praga também apresentarão prejuízos no processo de produção, como perdas no processo de fermentação e alteração da coloração final do açúcar. Com as variedades Bt esses problemas são praticamente eliminados. 

Sustentabilidade

O uso da tecnologia Bt proporciona substancial redução no emprego de produtos químicos para o combate à broca. 

Considerando os principais produtos utilizados pelo mercado, isso representa uma redução de 100 a 300 g/ha de inseticidas dependendo do produto comercial utilizado.   

Se elas fossem utilizadas em toda a área de cana do país, as canas Bt poderiam gerar ganho ambiental com a eliminação do consumo de cerca de 2 milhões de litros de defensivos agrícolas, economia de pelo menos 144 milhões de litros de água (utilizada nas aplicações aéreas) e redução nas emissões de CO2 com a eliminação das operações de aplicação dos produtos químicos que consomem combustíveis fósseis.

Cobertura nacional

A broca está presente nos 10 milhões de hectares de cana cultivados no país, comprometendo substancialmente sua produtividade. 

O portfólio de variedades geneticamente modificadas do CTC resistentes à broca, atende os ambientes de produção de cana no Brasil, desde solos férteis e regiões com maior incidência de chuvas a ambientes restritivos, além de lavouras que serão colhidas em diferentes períodos do ano.  

Das seis variedades Bt aprovadas desde 2017, duas já estão plantadas em cerca de 150 usinas do país (CTC20BT e CTC9001BT). Já as variedades CTC9003BT e CTC7515BT estão iniciando seu plantio nas usinas nesse ano.

As duas variedades mais recentes aprovadas pela CTNBio são a CTC579BT e a CTC9005BT.  

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura