NOTÍCIAS

​Chuvas favorecem enfolhamento das lavouras de café, mas não salvam safra 2017 em São Gabriel da Palha (ES)

  • 02/01/2017 |
  • Eric Reale Finger

A volta das chuvas, principalmente entre a metade de novembro e início de dezembro, contribuiu com a fase de enfolhamento das plantas de café na região de São Gabriel da Palha (ES). É o que afirma o engenheiro agrônomo do INCAPER (Instituto Capixaba de pesquisa, assistência técnica e extensão rural) da cidade, João Luís Perinni. “As folhas estavam secando, não tinha brotação. Se o tempo permanecer bom, teremos uma florada satisfatória entre agosto e setembro de 2017. A safra, no entanto, já está comprometida”.

Entre fevereiro de 2014 até novembro de 2016 houve um período de estiagem que influenciou negativamente as plantações na região. “De 40% a 60% das lavouras terão que ser renovadas. A cidade era a maior produtora de café robusta do Brasil, porém, por conta desses acontecimentos, estamos hoje entre a 13ª e 16ª colocação”, diz o engenheiro agrônomo.

Com o cenário nada favorável, muitos produtores estão trocando o município pelo Paraná, Bahia e Mato Grosso. “Estamos muito desanimados com a situação. O produtor está endividado e o problema só aumenta. Se a região continuar com temperaturas altas, 2017 pode começar desesperador”, afirma João. “Nossa esperança são os meses de janeiro, fevereiro e março, que costumam ter um volume maior de chuva”, finaliza.

De acordo com o meteorologista da Climatempo, Alexandre Nascimento, em janeiro a chuva deve se espalhar por quase todas as regiões do país. O ar fica mais seco ao longo do mês no Espírito Santo, no nordeste de Minas, no leste e norte da Bahia. As frentes frias continuam avançando pelo litoral do país, sem bloqueios. Com relação à chuva, a tendência é que na primeira quinzena de janeiro o Espírito Santo tenha sol, calor e pancadas isoladas de chuva.

ver mais notícias