NOTÍCIAS

Cientista que criou equação sobre retenção de água no solo proferiu curso

  • 19/09/2018 |
  • Carlos Dias

Van Genuchen (de bigode) e Wenceslau: pesquisador europeu divide seu tempo entre Brasil e Holanda - Foto: Alexandre Esteves

A Embrapa Solos (Rio de Janeiro, RJ) recebeu, entre os dias 10 e 14 de setembro, a visita do holandês Martinus Theodorus van Genuchen, importante estudioso da ciência do solo, que elaborou, nos anos 80 do século passado, a equação que leva seu sobrenome para ajustar os dados de retenção de água no solo.

Van Genuchen esteve no centro de pesquisa carioca para ministrar treinamento em modelagem de simulação de fluxos de água e íons no solo. “Tentamos incentivar o uso de modelos de simulação, a fim de entender processos de lixiviação de íons, recarga de aquíferos e contaminação por defensivos agrícolas. São modelos complexos e, geralmente, quando o profissional não foi treinado pode sentir dificuldade em usá-los”, conta o pesquisador da Embrapa Solos Wenceslau Texeira, explicando a importância da realização do curso.

Alguns projetos da Embrapa, como o do entendimento do amarelecimento fatal do dendezeiro ou o de recargas do aquífero em São Luís (MA) – em parceria com o Serviço Geológico do Brasil (CPRM) -, utilizam esses modelos de simulação. Em breve, a pesquisadora Alba Leonor, da Embrapa Solos, pretende fazer modelagens da integração soja/milho em Goiás e no Paraná.

“Uma das linhas de pesquisa que pensamos em levar adiante com as ferramentas de modelagem é avançar na agricultura e irrigação de precisão. A agricultura de precisão (AP) geralmente é pautada em mapas e na sua espacialização, o que nós pretendemos é, com o monitoramento da solução do solo, decidir a hora exata na qual é necessária a aplicação do fertilizante. Seria uma AP no tempo”, conclui Wenceslau.

O evento foi realizado em parceria com a UERJ, que oferece essa disciplina em sua pós-graduação. Os alunos foram pesquisadores da Embrapa Solos e alunos da UERJ, UFF e UFRJ.

ver mais notícias