NOTÍCIAS

CNH Industrial adere a projeto da Prefeitura de Curitiba para ampliação de áreas verdes

Reconhecida como uma das cidades mais arborizadas do país, Curitiba segue empenhada em ampliar e conservar áreas verdes, seja por meio de legislação ambiental, a sua política de áreas verdes urbanas e também projetos de incentivo, como a criação de reservas particulares. Outro exemplo é o Projeto 100.000 Árvores, que tem a proposta de aumentar a infraestrutura verde da cidade com o plantio de 100.000 mudas de árvores nativas, com a participação da sociedade civil. O novo parceiro nesse propósito é a CNH Industrial, uma das líderes globais no setor de bens de capital que possui fábrica na cidade desde 1974. Na tarde dessa segunda-feira (17), lideranças da Companhia receberam na unidade fabril, no bairro Cidade Industrial de Curitiba (CIC), o prefeito Rafael Greca e a secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Dias, para a adesão à iniciativa.

“Dessa forma, nós contribuímos para a redução da temperatura, para a permeabilidade do solo, e para a neutralização de 30 toneladas de CO2, o equivalente a um total de CO2 acumulado durante 20 anos. Além disso, aumentamos a biodiversidade no local, formando um corredor ecológico, engajamos nossos colaboradores e seus familiares nessa causa, criamos um ambiente mais bonito e saudável. Então todos são beneficiados, a cidade, a população, nossos funcionários e a empresa”, observa Paulo Brandão, diretor da planta da CNH Industrial em Curitiba.

Com uma cultura organizacional voltada para o desenvolvimento sustentável, a CNH Industrial foi eleita, pelo nono ano seguido, empresa líder do segmento Indústria de Máquinas e Equipamentos Elétricos pelo Índice Dow Jones de Sustentabilidade (DJSI), do mundo e da Europa. Também recebeu o reconhecimento do Carbon Disclosure Projec (CDP) sobre a gestão de recursos hídricos e combate às mudanças climáticas. Isso se deve a uma série de esforços em todas as 66 unidades fabris pelo mundo, incluindo as sete fábricas em solo brasileiro nos estados do Paraná, São Paulo e Minas Gerais.

O terreno onde está localizada a planta de Curitiba, por exemplo, conta com duas Áreas de Preservação Permanente que totalizam 132 mil metros quadrados. A fábrica possui a certificação de gestão ambiental ISO 14001 e ISO 50001, que trata sobre eficiência energética. Só no ano passado, foram implantados 43 projetos ambientais, o que inclui ações como reaproveitamento de água no processo produtivo e reuso de madeiras para a fabricação de pallets e embalagens. Entre os resultados alcançados estão a redução em 25% do uso de água, um aumento de 26% de reuso desse recurso, além de um índice de reciclagem de resíduos sólidos de 99,96%.

“Temos um compromisso e uma corresponsabilidade com as cidades e comunidades onde estamos presentes porque entendemos que são a nossa casa, e a nossa população. Então esse projeto vem ao encontro da nossa visão de desenvolvimento, contribuindo para os segmentos que atuamos e também trabalhando frente aos desafios globais na qual o meio ambiente é uma das questões mais urgentes”, observa Brandão.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura