NOTÍCIAS

Compass Minerals firma acordo definitivo para vender negócio de nutrição vegetal

A Compass Minerals (NYSE: CMP) anunciou a celebração de um acordo definitivo para vender suas atividades de nutrição vegetal especializada na América do Sul para a ICL Brasil Ltda., subsidiária do ICL Group. O acordo de transação prevê um total de rendimentos brutos de caixa de aproximadamente US﹩ 418 milhões com base nas taxas de câmbio atuais.

A empresa pretende priorizar o uso dos recursos para liquidar dívidas, além de outras finalidades corporativas. Com base no ponto médio de sua faixa de orientação de EBITDA ajustado para 2021, a empresa prevê que a relação de alavancagem de fim de ano pro forma 2021 seja de aproximadamente 3,4 vezes a dívida líquida em relação ao EBITDA ajustado, o que está significativamente abaixo da relação de alavancagem de fim de ano de 2020 de 4,3 vezes a dívida líquida em relação ao EBITDA ajustado.

"Durante o ano passado, nosso conselho e a equipe de gestão sênior fizeram uma análise detalhada da carteira atual de ativos, mix de produtos e competências essenciais da nossa empresa com o objetivo de maximizar a criação de valor sustentável para nossos acionistas, clientes e comunidades", declarou Kevin S. Crutchfield, presidente e CEO. "A transação anunciada hoje representa um passo significativo em direção a essa meta, pois fortalecerá nosso balanço patrimonial e melhorará nossa capacidade de buscar oportunidades estratégicas de crescimento como uma das mais relevantes empresas de minerais essenciais."

De acordo com os termos do acordo, a Compass Minerals venderá sua unidade de nutrição vegetal especializada na América do Sul por aproximadamente R﹩ 2,21 bilhões, valor que será pago no fechamento e sujeito a ajustes para dívida líquida e capital de giro. A exposição potencial à taxa de câmbio do pagamento final foi minimizada por meio de vários mecanismos financeiros. Sujeita ao atingimento das metas de desempenho EBITDA para o ano de 2021 do negócio que está sendo vendido em comparação com o ano de 2020, a contraprestação adicional de até aproximadamente R﹩ 88 milhões será paga em 2022, calculada em uma escala variável. Os rendimentos brutos totais, assumindo o pagamento do valor máximo da contraprestação de ganhos, representam aproximadamente 9,75 vezes o EBITDA de 2020 da unidade que está sendo vendida.

"A ICL está ansiosa para incorporar as atividades de nutrição vegetal da América do Sul ao seu portfólio atual de nutrição vegetal especializada no Brasil, um dos mercados agrícolas de crescimento mais rápido do mundo", declarou Raviv Zoller, presidente e CEO da ICL. "Além disso, estamos felizes por dar as boas-vindas à sólida equipe de profissionais que operam o negócio à família ICL."

Espera-se que a transação seja concluída no terceiro trimestre de 2021, sujeita às condições habituais de fechamento e à aprovação antitruste exigida no Brasil.

Conforme anunciado anteriormente, a empresa iniciou o processo de vendas duplas no início deste ano para seus negócios de nutrição vegetal e produtos químicos no Brasil. As atividades de produtos químicos da América do Sul da empresa não estão incluídas nesta transação e o processo de vendas ainda está em andamento.

Após a transação, a Compass Minerals continuará a produzir, fabricar e inovar um amplo portfólio de produtos de sal e cloreto de magnésio em toda a América do Norte e no Reino Unido, que são usados para garantir a segurança rodoviária no inverno, além de várias outras aplicações para bens de consumo, industriais e agrícolas. A empresa também continuará sendo a produtora norte-americana líder de mercado em produtos de nutrição vegetal especializados.

A J.P. Morgan Securities LLC está atuando como consultora financeira exclusiva da Compass Minerals na venda do negócio de nutrição vegetal especializada da América do Sul da empresa.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura