NOTÍCIAS

Conferência Santa Clara debaterá tendências e desafios da nutrição e proteção vegetal da agricultura brasileira

Tendo como tema central Inovação e Futuro da Agricultura, o Grupo Santa Clara, líder na inovação tecnológica em nutrição e proteção vegetal, promoverá nos dias 3 e 4 de julho, em Ribeirão Preto/SP, a sua 5ª Conferência Internacional. Voltada para a disseminação de conhecimento entre agrônomos e consultores com poder de influência técnica na aplicação adequada e eficaz de insumos agrícolas pelos produtores agrícolas, a Conferência deverá reunir aproximadamente 300 participantes, provenientes de todas as regiões do país, assim como de vários países onde a empresa atua. Um dos objetivos do encontro é alinhar uma visão estratégica sobre as tendências tecnológicas futuras dos segmentos de nutrição e proteção de plantas, de forma a melhorar a produtividade do agricultor.

Considerado um dos eventos mais importantes do segmento de nutrição e proteção vegetal promovidos no país, a edição deste ano promete repetir o sucesso registrado no ano passado, quando 350 pessoas participaram do encontro, que deixou diversos legados. Entre as conclusões dos debates e palestras proferidas na ocasião, destacou-se a constatação de que o controle biológico de pragas e doenças da agricultura veio para ficar no cenário agrícola brasileiro.  

Outra tendência que predominou nas análises dos palestrantes da Conferência da Santa Clara de 2018 foi o desenvolvimento de tecnologias e soluções voltadas para atenuar os efeitos do estresse hídrico e do meio ambiente nas lavouras. Diversos palestrantes enfatizaram a perfeita adaptação da agricultura ao movimento de alterações do clima e como isso demandará a combinação de biotecnologia e transgenia com preparo profundo do solo, uso de compostos bioestimulantes, integração entre lavoura, pecuária e floresta, irrigação com uso de sensores e de substâncias reflexivas e antitranspirantes.

Após as análises e comentários dos palestrantes, técnicos e consultores ligados à Santa Clara apresentaram diversas soluções desenvolvidas pela empresa e destinadas a solucionar alguns desses problemas. Um exemplo é o produto Protex, um “protetor solar” para diversas culturas contra altas temperaturas e os seus efeitos prejudiciais na agricultura. Sua eficácia já foi comprovada em diversos testes de campos que asseguram um aumento de até 39 arrobas na produtividade do algodão, incremento de 38 sacas por hectare na produção de batata e acréscimo de até 9 sacas de soja por hectare obtidos em um experimento conduzido em Chapadão do Sul/MS.

ver mais notícias