NOTÍCIAS

Coopavel vai utilizar drones para melhorar assistência técnica rural

​Dezesseis agrônomos da Coopavel participaram de um curso sobre Geração e processamento de imagens aéreas por drones ou satélites. - Foto: Divulgação

Dezesseis agrônomos da Coopavel acabam de participar de um curso sobre Geração e processamento de imagens aéreas por drones ou satélites. O treinamento foi organizado pelo NAP, o Núcleo de Aperfeiçoamento Profissional da FAG (Faculdade Assis Gurgacz) em parceria com o Sescoop/Paraná – Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo. Os conteúdos foram repassados pelo professor de pós-graduação Esmael Lopes.

O curso foi realizado em dois dias, com orientações práticas e teóricas. Tudo o que os agrônomos aprenderam foi colocado em prática em voos de campo para captura de imagens. Todo material coletado foi então processado e diagnosticado. Esmael informou como obter as melhores tomadas e como otimizar os voos realizados em áreas específicas.

O gerente de Filiais Oeste da Coopavel, Altair Garcia, informa que todo novo aprendizado é bem-vindo e necessário, principalmente quando trata de tecnologias cada vez mais presentes no cotidiano das propriedades rurais. Os drones passam a ser uma ferramenta de trabalho dos agrônomos da cooperativa, melhorando assim a assistência técnica garantida aos cooperados, conforme Altair.

De acordo com Esmael, o drone é uma ferramenta de apoio a mais aos agricultores e também para os profissionais da área técnica. “É uma nova tecnologia ao segmento, que oferece suporte incrível”. Esmael informa que há quatro anos sequer existia uma disciplina dedicada ao assunto nos cursos de Agronomia oferecidos por instituições de ensino superior do Oeste do Paraná. “Essa e outras novidades passam a ser cada vez mais presentes e úteis ao cotidiano do agronegócio”, ressalta o professor.

Irreversível

Os agrônomos percebem a velocidade com que as novidades chegam e são levadas ao campo. E muitas delas passam a ser determinantes, como o georreferenciamento e o acompanhamento das lavouras, segundo Altair. A Coopavel procura acompanhar todos os avanços de perto e já compra os primeiros drones para aprimorar sua atenção ao campo.

“Precisamos estar conectados ao novo. Acompanhar a evolução e oferecer aos cooperados a melhor informação e os melhores recursos para que possam produzir cada vez mais e melhor. A tecnologia é uma aliada fundamental e irreversível aos produtores rurais”, diz o presidente da Coopavel, Dilvo Grolli.

O gerente da filial da cooperativa em Lindoeste, Ramon Aurélio dos Santos, um dos inscritos no curso de drones oferecido pelo NAP em parceria com o Sescoop. As informações obtidas pelos drones, aliadas com as imagens de satélite, formam um acervo amplo e robusto. “Passamos a ter em mãos dados valiosos e que ajudam muito a tomar decisões ainda mais assertivas. Os agrônomos ganham um impulso importante ao participar de capacitações como essa”, afirma Ramon.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura