NOTÍCIAS

Cooperfarms confirma presença na Bahia Farm Show

Para o presidente da Cooperfarms, Marcelo Kappes, a Bahia Farm Show é uma vitrine para as cadeias produtivas e os agentes do agronegócio. Foto: Arquivo 2018 (Júnior Ferrari)

Pelo segundo ano consecutivo a Cooperativa dos Produtores Rurais da Bahia (Cooperfarms) confirma presença na Bahia Farm Show, maior feira do agronegócio do Norte Nordeste do país que acontecerá entre os dias 28 de maio a 1º de junho, em Luís Eduardo Magalhães, BA.

Em um espaço reservado ao cooperativismo, a Cooperfarms compartilhará o ambiente com outros dois parceiros: a Companhia das Cooperativas Agropecuárias Brasileiras (CCAB), a qual é uma das 22 cooperativas acionistas e o agente financeiro Sicredi.

Para o presidente da Cooperfarms, Marcelo Kappes, a Bahia Farm Show é uma vitrine para as cadeias produtivas e os agentes do agronegócio. “Hoje, o cooperativismo agropecuário representa a metade da produção agropecuária do país. A Cooperfarms faz parte desta estatística e a feira é um excelente local para demonstrar os resultados e a força da Cooperfarms e do segmento na economia do país, além de estreitar o relacionamento com fornecedores e cooperados, dialogar com novos parceiros e fomentar a intercooperação entre as entidades expositoras”, disse Kappes.

Somente no último ano, a Cooperfarms incrementou dois novos serviços em seu portfólio e reestruturou o departamento de comercialização de grãos, oferecendo aos seus cooperados maior visibilidade e acesso ao mercado. Atualmente, a Cooperativa conta com seis serviços e diversas ações independentes que dão suporte aos cooperados na tomada de decisão antes, durante e pós o processo produtivo, vantagens que o time de colaboradores e dirigentes detalharão durante os cinco dias de feira.

Palestra com ex-ministro da agricultura, Roberto Rodrigues     

A presença de um dos principais precursores do cooperativismo no mundo e ex-ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento no Brasil (2003/2006), Roberto Rodrigues dá peso à programação do Espaço do Cooperativismo e a Bahia Farm Show, na sexta-feira (31/05).

Roberto Rodrigues é engenheiro agrônomo, agricultor, Embaixador Especial da FAO para as Cooperativas e coordenador do Centro de Agronegócio na Escola de Economia de São Paulo, da Fundação Getulio Vargas (FGV EESP), com diversos trabalhos e livros publicados sobre agricultura, cooperativismo e economia rural, além da participação em inúmeros conselhos empresariais, institucionais e acadêmicos.

O painel “O cooperativismo para o desenvolvimento do Agronegócio”, acontecerá às 16h, no auditório da Fundação Bahia. O evento é uma promoção da Cooperfarms, Sicredi e do Sistema OCEB.

Educação Cooperativista

O espetáculo infantil “A arte de se integrar” é outra grande oposta para a Feira. A ideia de incluir uma programação infantil reforça a preocupação da Cooperativa em garantir a perpetuidade do negócio e a formação de novas lideranças.

O espetáculo, uma produção das contadoras de histórias Tere Borsatto Mariussi e Marinêz Gomes, idealizadoras do projeto Vestidas de Histórias de Luís Eduardo Magalhães, evidenciará o valor da cooperação de uma maneira lúdica e atrativa, bem como, as vantagens do convívio coletivo numa sociedade marcada pelo egoísmo e o egocentrismo.

Estão previstas quatro apresentações: na terça-feira (28/05), as narrativas serão às 14h, 14h45min e às 15h30min, com foco para alunos da rede pública de ensino e no sábado (1º/06), apresentação única às 13h, para filhos de cooperados e parceiros. Cada espetáculo tem duração de aproximadamente 30 minutos e é aberto ao público.

Foco no conhecimento

Um miniauditório com capacidade para 30 pessoas, localizado no próprio estande, será o ponto central de compartilhamento e disseminação de conhecimento. Até o momento, seis palestras já estão confirmadas. Os assuntos vão desde manejo de pragas, mercado de commodities até seguro agrícola.

Campanha de cadastramento de medula óssea

Paralelo às programações, também acontecerá a campanha de cadastramento de doadores de medula óssea “Plante amor, salve vidas”, idealizado pelo Núcleo das Mulheres do Agro Oeste da Bahia. O objetivo da campanha que terá o Espaço do Cooperativismo como ponto de coleta de sangue, é sensibilizar o público da feira com este ato de solidariedade.

De acordo com informações do Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (REDOME), o transplante de medula óssea pode beneficiar o tratamento de cerca de 80 doenças em diferentes estágios e faixas etárias. Além disso, o doador ideal (irmão compatível) só está disponível em cerca de 25% das famílias brasileiras – para 75% dos pacientes é necessário identificar um doador alternativo a partir dos registros de doadores voluntários, bancos públicos de sangue de cordão umbilical ou familiares parcialmente compatíveis.

Para fazer parte do cadastro nacional de doadores basta ter entre 18 a 55 anos e estar em bom estado de saúde. No ato do cadastramento será retirada uma pequena quantidade de sangue (5ml) para identificação das características genéticas do voluntário. É necessário apresentar um documento original com foto. A campanha conta com o apoio da Fundação Hemoba e o patrocínio da Cooperfarms e do Sicredi.

 


ver mais notícias