NOTÍCIAS

Coordenadoria de defesa agropecuária de São Paulo realiza primeiro treinamento sobre agroquímicos

Ontem, 6 de dezembro, foi realizado no auditório do Instituto Biológico em São Paulo, encontro da CDA - Coordenadoria de Defesa Agropecuária de São Paulo, direcionado a área de registro de produtos da indústria de agroquímicos. Registraram presença 76 indústrias, além de representantes da ANDAV – Associação Nacional dos Distribuidores de Insumos Agrícolas e Veterinários, do SINDIVEG – Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal e outros órgãos de representação no setor como AENDA – Associação Brasileira dos Defensivos Genéricos, ABCBio – Associação Brasileira das Empresas de Controle Biológico, UNIFITO – Associação de produtos e fabricantes nacionais, entre outras.

O evento tratou da aplicabilidade do sistema informatizado da Coordenadoria de Defesa Agropecuária de São Paulo que, a partir deste mês, será incluído no monitoramento do uso de agroquímicos nas diversas cadeias produtivas, bem como o aperfeiçoamento do processo fiscal do uso e comércio dos produtos. Será também usado para gerir as atividades de defesa no estado, desde a emissão de documentos de trânsito, até o monitoramento de doenças e pragas nos rebanhos e lavouras paulistas. Portanto, todos os agentes que, de alguma forma, participam da cadeia produtiva dos agrotóxicos, estará dentro do sistema.

Para marcar esta evolução na defesa agropecuária, o CFICS - Centro de Fiscalização de Insumos e Conservação do Solos preparou o evento como parte de um treinamento para marcar o início da migração dos dados de registro de produtos defensivos para dentro do novo sistema, que possibilitará, num futuro próximo, que o fluxo de comercialização no estado seja monitorado. Trata-se de um passo importante para a Coordenadoria de Defesa Agropecuária de São Paulo, aperfeiçoando os sistemas informatizados para melhor atendimento as demandas da população, da fiscalização e do próprio setor.

O processo de implantação se dará durante o ano de 2017, em etapas realizadas em conjunto com o setor. Isto se faz necessário por conta da complexidade do sistema e do auto grau de influência no parque agrícola do estado de São Paulo. Desde meados de outubro de 2016, o CFICS - Centro de Fiscalização de Insumos e Conservação do Solo, vem divulgando como funcionará o sistema dentro do GEDAVE - Gestão de Defesa Animal e Vegetal. Estão programados treinamentos para todos os "atores" do sistema e um curso específico para os servidores da CDA, para o uso das informações originadas do sistema no direcionamento das ações de fiscalização e educação sanitária, além do treinamento de interpretação das informações.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura