NOTÍCIAS

Corteva Agriscience lança herbicida Loyant no RS

Produto controla as principais plantas daninhas no arroz; ingrediente ativo faz parte do pipeline de inovação da Corteva.

A Corteva Agriscience lançou na quinta-feira, 5 de setembro, em Porto Alegre (RS), o herbicida Loyant que tem como princípio ativo o Rinskor, utilizado na fase de pós-emergência do cultivo do arroz. O Rio Grande do Sul é o principal estado produtor de arroz irrigado. 

A cultura do arroz é uma prioridade global da companhia, que apresenta o produto como uma solução para cultivo estratégico, desenvolvido após um investimento de cerca de 250 milhões de dólares em mais de 10 anos, e que já recebeu a autorização pelos órgãos regulatórios brasileiros para a comercialização.

Veja entrevista exclusiva com o Diretor de Marketing da Corteva Agriscience, Douglas Ribeiro, para saber detalhes sobre o herbica Loyant para cultura do arroz:

Desenvolvido por pesquisadores da Corteva, o Rinskor pertence a uma nova classe de ativos e possui modo de ação inédito que permite controlar as principais plantas daninhas que afetam o arroz como:  gramíneas, incluindo capim-arroz, cyperáceas, folhas largas e plantas aquáticas.

“Os produtores de arroz esperam há muito tempo o Loyant como uma ferramenta importante para controlar as principais plantas daninhas presentes nas lavouras de arroz, incluindo as resistentes aos herbicidas disponíveis atualmente no mercado”, explica Douglas Ribeiro. "O lançamento de Loyant é um exemplo do nosso compromisso com o desenvolvimento de tecnologias que melhoram a eficiência da produção".

O conjunto de benefícios de Loyant está aliado a um perfil toxicológico favorável com relação ao impacto para a saúde humana e meio ambiente, sendo classificado como faixa azul pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Além do Brasil, Loyant já tem aprovação para uso nos Estados Unidos, República Dominicana, Equador, Peru, Bolívia, Argentina, Uruguai, China, Sri Lanka, Indonésia, Coreia do Sul, Austrália, Chile, Colômbia, Malásia, Panamá, Turquia e alguns países da União Europeia. Diversos outros países estão em processo de regulamentação do defensivo, que já recebeu reconhecimentos internacionais, como o Green Chemistry Challenge Awards, premiação concedida pela Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos a produtos com benefícios ambientais e econômicos, e o Agro Awards 2018, eleito por este último o melhor herbicida do mundo. “A Corteva está comprometida em oferecer aos produtores as melhores ferramentas para aumentar a produtividade no campo”, completa Costa.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura