NOTÍCIAS

Corteva lança fungicida Vessarya no Paraguai

Evento foi o primeiro lançamento virtual da companhia nas Américas.

A Corteva Agrisciense realizou na noite de terça-feira o primeiro lançamento virtual da companhia nas Américas. Com formato semelhante aos eventos presenciais foi transmitido direto do Paraguai, com a apresentação do fungicida Vessarya naquele país, juntamente com a marca global Onmira Active, presente em 15 fungicidas através do princípio ativo Picoxystrobin.

Vessarya é um fungicida sistêmico dos grupos químicos estrobilurina e pirazol carboxamida, que combina a tecnologia Onmira Active (picoxystrobin) com Solatenol (benzovindiflupyr). Trata-se do principal lançamento da companhia em 2020 no Paraguai. 

“A Corteva sempre esteve ao lado dos agricultores e, mesmo neste momento de pandemia, continua investindo para levar inovação e conhecimento aos produtores rurais. O Vessarya reforça o nosso compromisso de contribuir para que a agricultura evolua e prospere sempre”, destacou a  líder da Corteva Agriscience para o Paraguai e Sul do Brasil, Sheilla Pereira.

Atenta ao manejo de resistência e à preservação da vida útil da tecnologia, a Corteva recomenda a alternância de princípios  e também o uso de fungicidas multissítios. “Entendemos que Vessarya é mais uma ferramenta importante no manejo do agricultor. A recomendação é usar multissitio em todas as aplicações e nunca utilizá-lo mais de duas vezes no mesmo ciclo da soja”, alerta Sheilla. 

O lançamento contou com a presença do pesquisador brasileiro Marcelo Madalosso, que enfatizou as vantagens de aplicação preventiva de fungicidas para proteger o potencial produtivo das lavouras. “A perda de controle é um problema muito grande, porque se investe alto em fungicidas e é preciso obter retorno”, lembrou.  Sobre o uso de carboxamidas, o especialista apontou o papel na  redução de estresse nas plantas e a importância de posicioná-las corretamente. 

O líder Global do Novo Fungicida para a Cultura da Soja, Rogério Rubin, lembrou que estrobilurinas são extremamente importantes para o manejo de doenças, com amplo espectro de controle sobre enfermidades em soja, trigo, arroz e, hortaliças, além de capacidade de associação a outros mecanismo, com sinergismo na ação.

“Picoxystrobin tem efeito sistêmico, o que o diferencia das demais estrobilurinas. Onmira se diferencia pela estabilidade e ainda entrega bom controle sobre a ferrugem da soja, sendo diferenciado em relação a outras estrobilurinas”, opinou.

Efeito verde sobre a cultura da soja através da diminuição de queda de folhas, atuação na fotossíntese e na diminuição dos níveis de etileno também estão entre as vantagens destacadas pela marca para o fungicida, além da estabilidade da formulação e ausência da necessidade de uso de adjuvantes ou óleo na aplicação. 

Investimentos no Brasil e Paraguai

A Corteva Agrisciense  realiza investimento global de U$ 1,2bi/ano em novas moléculas, germoplasma e biotecnologia. Desse total U$ 200MM/ano são específicos para as necessidades do Brasil e Paraguai. Outros U$90 MM  estão sendo investido no Brasil e Paraguai em infraestrutura e  para aumentar a capacidade de produção local. 

O evento contou a participação de diversos nomes da companhia como o presidente da Corteva, Roberto Hun, o líder de fungicidas para o Brasil, Marcos Fiorini, o diretor de Marketing Douglas Ribeiro,  o Líder da Corteva no Paraguai, Claudio Gaitán e o gerente e de Marketing e Proteção de Cultivos  da Corteva no Paraguai, Jorge Grenno Mayor.

Evento teve participação do presidente da Corteva, Roberto Hun
Evento teve participação do presidente da Corteva, Roberto Hun


ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura