NOTÍCIAS

Corteva promove 1º Fórum de Mulheres Empreendedoras do Agro

Diversas iniciativas que valorizam a presença feminina no agronegócio têm sido colocadas em prática pela Corteva. - Foto: Wenderson Araujo/CNA

A Corteva realizou na quarta-feira, 24 de julho, a primeira edição do Fórum de Mulheres Empreendedoras do Agro, em Petrolina, no interior de Pernambuco. Em parceria com a comunidade Empreendedoras do Vale - que conecta mulheres por meio do empreendedorismo e do marketing digital -, o evento reuniu cerca de 70 pessoas. 

Foi realizado, no encontro, debate sobre o empoderamento e liderança feminina no agronegócio, histórias inspiradoras de mulheres e iniciativas promovidas pela Corteva e pela Empreendedoras do Vale com o propósito de melhorar o papel das mulheres que atuam nesse setor. O painel “Mulheres que fazem a diferença no agro” contou com a participação da participante da Academia de Mulheres Líderes do Agronegócio da Corteva, Hilda Loschi, a Pesquisadora da Embrapa, Beatriz Paranhos, a Produtora Rural de Frutas (do Vale do São Francisco) Ângela Nunes, a Especialista em direito de mulher e gênero, Mariana Cássia Dias, a consultora de fisiologia vegetal, Essione Ribeiro e a proprietária do Grupo Brasflex, que atua com consultoria em comércio exterior, Carol Coelho.

“A ideia de reunir em um evento tantas histórias inspiradoras reafirma a preocupação da Corteva em promover a equidade de gênero, principalmente em um segmento tão masculino, como é o agronegócio. Atualmente, 38% da nossa liderança no Brasil é formada por mulheres. Na área comercial, esse número é de 50%. São números significativos, mas queremos mais mulheres em todo o setor. Para isso, estamos fortemente comprometidos em promover iniciativas em prol dessa causa”, explica a Diretora Comercial da Corteva Agriscience, Mariana Castanho.

Iniciativas da Corteva para valorizar o papel da mulher no agro

Diversas iniciativas que valorizam a presença feminina no agronegócio têm sido colocadas em prática pela Corteva. Além de manter um grupo interno que se reúne para discutir novas formas de tornarem iguais as oportunidades no mercado de trabalho, a empresa também expandiu seus esforços para a sociedade em geral.

No ano passado, a Corteva conduziu uma pesquisa em 17 países sobre a presença feminina no agronegócio, destacando as barreiras que ainda precisam ser superadas. A primeira iniciativa após a análise dos resultados foi uma parceria com a Fundação Dom Cabral (FDC) e a Associação Brasileira do Agronegócio (ABAG), que deu origem à Academia de Liderança das Mulheres do Agronegócio, projeto que capacita mulheres brasileiras que tiram seu sustento do campo. No curso, elas têm aulas sobre liderança, estratégia e inovação, além de conhecerem temas como: regulatório, ciências políticas e organizações do setor.

Recentemente, a Corteva deu mais um passo na valorização da diversidade e aderiu aos Princípios de Empoderamento das Mulheres (Women’s Empowerment Principles – WEPs, em inglês) propostos pela ONU Mulheres e pelo Pacto Global das Nações Unidas. O compromisso representa um posicionamento e um comprometimento formal em atuar pela promoção da equidade de gênero, um dos princípios do Pacto Global da ONU. 

Dentro do programa de Boas Práticas Agrícolas, a Corteva desenvolve a iniciativa Mulheres no Campo, que se concentra no valioso papel que elas desempenham na agricultura. Mulheres agricultoras e esposas/filhas de agricultores são apresentadas a temas como empoderamento feminino, saúde, segurança alimentar e produção sustentável de alimentos.

Comunidade Empreendedoras do Vale

Criada em agosto de 2018 por Luana Trindade, empreendedora, publicitária e especialista em Marketing Digital, a comunidade Empreendedoras do Vale tem como missão reconectar as mulheres de Petrolina, Juazeiro e região por meio da educação para o empreendedorismo na Era da Informação. Desde sua fundação, já realizou 14 eventos. Um deles foi o Vale Summit, com público misto, que se tornou a maior capacitação de marketing digital e empreendedorismo do Submédio São Francisco. Por meio das redes sociais, impacta cerca de 8 mil pessoas diariamente.

"Quando fomos contactadas pela Corteva Agriscience, vibrei de felicidade. A empresa possui propósito e valores fortemente alinhados com os nossos, e sempre tivemos um olhar para as mulheres do agro - desde as que trabalham em packing houses até as gestoras. Tenho certeza de que este será o primeiro de muitos eventos", conta a idealizadora da comunidade Empreendedoras do Vale, Luana Trindade.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura