NOTÍCIAS

CTNBio aprova uso comercial de soja transgênica tolerante à seca com tecnologia HB4 no Brasil

Diferença visual de parcela de ensaio com soja tolerante à seca com tecnologia HB4 (à esquerda) e testemunha.

A Tropical Melhoramento & Genética (TMG) e a Verdeca, joint venture entre a Arcadia Biosciences, Inc. (Nasdaq: RKDA) e a Bioceres Crop Solutions Corp. (NYSE American: BIOX) anunciaram hoje que completaram todo o processo de desregulamentação perante à Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) e receberam a aprovação comercial, no Brasil, para a característica transgênica tolerante à seca HB4 em soja, da Verdeca. A aprovação permite o plantio e a colheita de variedades de soja com esse evento no país.

Além da característica HB4 sozinha, um outro evento combinando HB4 com tolerância ao herbicida Glifosato também foi aprovado. Esse empilhamento do evento HB4 com o já conhecido evento “RR1” é o novo produto da Verdeca para beneficiar produtores de soja por meio de melhorias de qualidade, mitigação de estresse e práticas de manejo.

A aprovação pela CTNBio abre um período de 30 dias para comentários e consultas públicas antes que o documento definitivo de aprovação possa ser emitido. Além disso, o lançamento comercial da característica HB4 no Brasil depende de aprovações dos principais países importadores de grãos de soja, que estão em andamento, e de processos de registro de variedades.

O evento transgênico HB4 já foi aprovado na Argentina e pelo FDA (Food & Drug Administration) nos EUA. Atualmente, as submissões regulatórias estão sendo avaliadas pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), bem como pela China, Paraguai, Bolívia e Uruguai.

Mais de 34 milhões dos hectares de soja do mundo são cultivados no Brasil. Nas duas últimas safras, principalmente, diversas regiões da América do Sul enfrentaram condições significativas de estresse hídrico, e a tecnologia HB4 teria evitado significativamente as perdas de rendimento de grãos que tiveram os produtores de soja, principalmente da Argentina e do Sul do Brasil. O uso contínuo dessa tecnologia também reduziria o risco de perdas devido a condições de seca locais ou regionais, que ocorrem a cada safra.

“Esse novo evento permitirá aos produtores de soja proteger os rendimentos sob condições de estresses climáticos. A desregulamentação dessa tecnologia no Brasil é outro passo significativo para o sucesso da comercialização da HB4 na América do Sul ”, manifesta o gerente geral da Verdeca, Martin Mariani Ventura.

Francisco Soares Neto, presidente da TMG, destaca que HB4 é a característica transgênica em soja que vai além dos pacotes de tolerância a herbicidas e resistência a insetos oferecidos até o momento. “A tecnologia vai proporcionar estabilidade de produção em diversos ambientes e os agricultores irão ver um benefício direto do uso da tecnologia”.

O gestor de Pesquisa da TMG, Alexandre Garcia, comenta que a aprovação comercial da característica HB4 permitirá testes maiores para melhoramento genético, registro de cultivares de soja e produção de sementes em território brasileiro. “A TMG, como uma empresa brasileira, tem orgulho de fazer parte deste projeto em colaboração com a Verdeca e de ter concluído o marco regulatório no Brasil. É muito importante que as empresas sul-americanas tragam inovação para os agricultores sul-americanos”, ressalta.

Além do trabalho de regulamentação, a TMG e a Verdeca desenvolveram uma parceria estratégica para combinar as capacidades de germoplasma e melhoramento da TMG com as tecnologias de soja da Verdeca.

A Arcadia Biosciences e a Bioceres Crop Solutions formaram a Verdeca em 2012 para desenvolver novas gerações de atributos para a soja em todas as principais regiões de produção, começando na América do Sul e América do Norte, que juntas representam quase 80% dos hectares de soja produzidos no mundo.

 

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura