NOTÍCIAS

Curso de Colheita e Pós-Colheita do Café está com inscrições abertas

As aulas serão ministradas por um dos maiores especialistas da área na Unifeob. - Foto: Divulgação

Produtores rurais e demais interessados envolvidos com a cultura do café terão a oportunidade de aprimorar os conhecimentos práticos e teóricos com o curso de extensão de Colheita e Pós-Colheita do Café, etapas extremamente importantes da produção. As aulas serão ministradas pelo Dr. Leandro Paiva, um dos maiores especialistas do Brasil em café.

Inscreva-se já: extensaocafe.unifeob.edu.br

Ele é mestre e doutor em Agronomia, diretor do Polo de Inovação Agroindústria do Café do IFSULDEMINAS, pesquisador e juiz de importantes competições nacionais e internacionais relacionadas à área do café. “Faremos aulas teóricas expositivas, com debates e visitas técnicas para imersão”, explica. “A intenção é ensinar métodos de obtenção de cafés especiais da colheita à pós-colheita do café, entender a indústria, suas inovações, necessidades e as atualidades do mercado de café e cafeterias”.

Com vagas limitadas, as inscrições já estão abertas e o início das atividades será em 31 de julho, na Unifeob. Para se inscrever, basta acessar o site extensaocafe.unifeob.edu.br e preencher o formulário. “Nossos cursos são montados de forma modular, então quem ainda não tem a possibilidade de cursar nossa Pós-Graduação pode obter certificações intermediárias em módulos separados, como este curso de extensão de Colheita e Pós-Colheita”, explica o coordenador Luís Petreca. “Em breve, teremos também os módulos de Gestão e de Fitossanidade”.

Professor Leandro Paiva

Filho e neto de produtores, desde criança Leandro respira o aroma de diferentes variedades de café no sul de Minas Gerais. “Sempre fui um entusiasta da cafeicultura e quis ser agrônomo, mas fiz o técnico em Agropecuária para criar mais base de conhecimento. Na faculdade, me envolvi com café já no primeiro semestre de Agronomia e fiz toda a graduação com bolsa na área, assim como o mestrado e o doutorado”, conta.

Atualmente, o professor é pesquisador, dá consultorias em fazendas, atua como barista e mestre em Torra e auxilia em concursos de qualidade como provador. “Isso me dá uma visão ampla da cadeia de produção e favorece o entendimento, o aprendizado e, posteriormente, o ensino para os demais”, finaliza.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura