NOTÍCIAS

Datagro estima safra 2020/21 de soja em 135,47 milhões de toneladas

Volume seria 6% superior aos 128,19 milhões de toneladas da revisada safra recorde colhida em 2020. - Foto: Wenderson Araujo/CNA

O 6º levantamento da Consultoria DATAGRO para a safra brasileira 2020/21 de soja traz pequenos ajustes na estimativa de produção e na área. Projeta-se colheita de 135,47 milhões de toneladas, pouco abaixo dos 135,68 mi de t da estimativa de fevereiro. Em caso de confirmação, esse volume seria 6% superior aos 128,19 mi de t da revisada safra recorde colhida em 2020.

Em relação à área, estima-se 38,90 milhões de hectares, contra estimativa anterior de 38,76 mi de ha, avanço de 4% sobre os 37,50 mi de ha revisados da safra 2019/20. Desse total, o Brasil colheu, até o dia 26 de março, 75,1% da área estimada, contra 65,1% na semana anterior, 80,1% na mesma semana da temporada passada e 72,6% na média dos últimos 5 anos.
“O Brasil encaminha-se para uma grande safra e novo recorde de produção”, ressalta Flávio Roberto de França Junior, coordenador de Grãos da DATAGRO.

Milho

A 1ª safra foi revisada pela Consultoria DATAGRO para 24,24 milhões de toneladas, 8% inferior aos 26,27 mi de t da revisada safra passada. Seriam 18,54 mi de t no Centro-Sul e 5,70 mi de t nas regiões Norte e Nordeste.

A área total do milho de verão deve atingir 4,35 milhões de hectares, 1% acima dos 4,30 mi de ha colhidos na safra passada. Na região Centro-Sul, a área chegou a 2,95 mi de ha, ante 2,96 mi de ha do ano passado. Nas regiões Norte e Nordeste, a projeção é de 1,40 mi de ha, 4% maior que o 1,34 mi de ha da safra passada.

A região Centro-Sul colheu, até o dia 26 de março, 62% da área projetada, ante 56% na semana anterior, 78,1% no mesmo período da temporada passada e 67,1% na média dos últimos 5 anos.

Já para a safra de inverno de 2021, a projeção de área está em 15,38 mi de ha, 5% superior aos 14,68 mi de ha do último ano. Desse total, 13,16 mi são da região Centro-Sul e 2,22 mi das regiões Norte e Nordeste.

O potencial de produção da 2ª safra de milho é de 85,06 mi de t, 6% acima dos 80,5 mi t da revisada safra que passou. Desse total, a região Centro-Sul responderia por 79,68 mi, e as regiões Norte e Nordeste, por 6,38 mi.

Até o dia 26 de março, a região Centro-Sul havia plantado 98,4% da área estimada para o milho de inverno, contra 89,2% na semana anterior, 98,6% na mesma época do ano passado e, na média dos últimos 5 anos, 97,5%.

No total das duas safras, o Brasil tem previsão de área para 2020/21 de 19,73 mi de hectares, 4% acima dos 18,98 mi da temporada passada, e produção potencial ajustada para 109,30 mi de t, ante 109,62 mi da estimativa anterior e 2% acima das 106,81 mi da safra recorde de 2019/20.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura