NOTÍCIAS

Deere adquire a Unimil, fornecedora de peças para colhedoras de cana

A empresa brasileira de capital fechado do ramo de peças de serviço pós-venda para colhedoras de cana-de-açúcar.

A Deere & Company assinou um contrato para adquirir a Unimil, uma empresa brasileira de capital fechado do ramo de peças de serviço pós-venda para colhedoras de cana-de-açúcar.

"A decisão de adquirir essa empresa destacada no segmento de peças pós-venda enfatiza nosso compromisso com os clientes", declara Cory Reed, presidente da Divisão Mundial de Agricultura e Turf da Deere nas Américas. "A Unimil conquistou a confiança dos clientes no setor de peças de equipamentos que lidam com cana-de-açúcar ao oferecer excelentes serviços e produtos".

A Unimil, localizada em Piracicaba, São Paulo, Brasil, foi fundada em 1999 e tornou-se uma das principais fornecedorasde peças para colhedoras de cana-de-açúcar. A empresa tem aproximadamente 430 funcionários. O Brasil é o principal fornecedor de cana-de-açúcar no mundo, produzindo aproximadamente um terço da produção anual de todo o mundo e quase o dobro do que qualquer outro país.

Reed diz que a aquisição da Unimil ilustra ainda mais o compromisso da John Deere com o setor de cana-de-açúcar no Brasil e com a realização de investimentos que ajudem os clientes a reduzir os custos de produção de cana-de-açúcar. A Deere lançou recentemente uma nova colhedora de cana-de-açúcar projetada para reduzir significativamente os custos de produção. Além disso, através do JD Link, a Deere oferece suporte conectado para maximizar o tempo de atividade do equipamento e a produtividade do agricultor. E agora, com a Unimil, a Deere oferecerá um maior portfólio de peças com soluções mais rentáveis aos clientes.

A Unimil manterá seu atual nome da marca. A Deere também planeja continuar utilizando o atual modelo de negócio direto com o cliente para as vendas de produtos da Unimil, ao mesmo tempo em que oferece aos concessionários uma oportunidade de fornecer serviços e suporte adicionais aos clientes do setor de cana-de-açúcar.

Os detalhes financeiros do acordo não serão divulgados ao público. A Deere informa que a transação exige uma análise regulatória do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura