NOTÍCIAS

Demanda por monitoramento técnico de campos irrigados cresceu 15% em 2018

Expectativa é que em 2019, o crescimento seja de 27%.

2018 foi marcado por um impressionante crescimento do serviço de gerenciamento de irrigação. A informação é da Irriger, empresa brasileira de gerenciamento de irrigação pertencente ao grupo Valmont, que registrou uma ampliação de mais de 15% na demanda pelo monitoramento técnico. 

Com o crescimento, técnicos da empresa chegaram a monitorar 298 mil hectares simultaneamente só no Brasil. “A principal demanda vem de produtores de grãos, soja e milho”, destaca Hermes Bonfim Neto, gerente regional da Irriger, acrescentando que, desde que a empresa foi criada, mais de 3 milhões de hectares já receberam a assessoria. 

A empresa brasileira também cresceu em termos de campos de atuação. Além do Brasil, a Irriger atende clientes em diversos outros países, como Argentina, Bolívia, Rússia, Ucrânia, Arábia Saudita, Egito, Turquia, Índia, Sudão, México e Estados Unidos. Só na África, por exemplo, Hermes conta que já foram projetados 20 mil hectares pela Irriger.

Com o monitoramento, os olhos atentos do técnico fazem indicações de volumes, datas e horários para irrigação. A equipe capacitada conta com informações de uma série de variáveis levantadas pelas mais modernas tecnologias. É o caso do Irriger Connect, integrado com a Base Station 3: a melhor plataforma para gestão de irrigação conectada com recursos de automação e processamento de imagem de satélite.

Depois do crescimento de 15% no volume de áreas monitoradas pela Irriger em 2018, a meta para 2019 é ainda mais audaciosa: aumento de 27%. Afinal, Hermes comenta que os resultados são sentidos já na primeira safra pelos produtores que contratam o serviço, com economia de água e energia, além, é claro, de aumento de produtividade. “Os próprios resultados fazem com que haja procura pelos nossos serviços”, afirma.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura