NOTÍCIAS

Epamig apresenta resultados de ações e tecnologias geradas em 2020

Produtos qualificados, adaptação de aulas e eventos para o ambiente online e práticas gerenciais contribuíram para o desempenho positivo. - Foto: Divulgação Epamig

A Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) manteve as rotinas de pesquisas, geração de tecnologias e atividades essenciais nos campos experimentais inalteradas, mesmo com as limitações impostas pela pandemia de Covid-19, em grande parte do ano de 2020. Até o mês de novembro, 104 tecnologias geradas foram disponibilizadas e repassadas para extensionistas, técnicos, produtores e estudantes. Além disso, mais de 12 mil kg de sementes e mais de 30 mil mudas qualificadas foram transferidas para produtores rurais.

“Com a pandemia tivemos que nos readequar, adaptar projetos, inovar nas formas de trabalho e na relação com o público. Fortalecemos nossos canais digitais e redes sociais e investimos em eventos online. Não foi como planejado, mas conseguimos manter as atividades em dia e cumprir com o compromisso de levar soluções tecnológicas aos produtores mineiros e de todo o Brasil”, avalia a presidente da EPAMIG, Nilda de Fátima Ferreira Soares.

Produtos com tecnologias desenvolvidas pela EPAMIG foram destaque em premiações nacionais e internacionais, caso dos cafés, especialmente os do Cerrado Mineiro, e do vinho. Neste ano, além das marcas comerciais, já premiadas em concursos como o Decanter Wine Awards, o vinho Syrah da marca própria conquistou medalha de Ouro no Brazil Wine Challenge, realizado no mês de outubro. Outro destaque na vitivinicultura, foi a qualidade e a sanidade das uvas colhidas na safra de 2020, que aumentaram as expectativas pelos vinhos que devem chegar ao mercado entre o fim de 2021 e meados de 2022.

A tecnologia de dupla poda da videira, que possibilitou a produção de vinhos finos de qualidade no Sudeste brasileiro, tem se expandido para outras regiões. No Centro-Oeste, vitivinicultores de Brasília lançaram em 2020, com o suporte tecnológico da EPAMIG, os primeiros vinhos de inverno da região. Produtores de Diamantina e do Alto Jequitinhonha também estão interessados na expansão da cadeia da vitivinicultura. No último mês de novembro, a Associação dos Vitivinicultores e Olivicultores de Diamantina e Alto Jequitinhonha (AVODAJ) assinou, junto à EPAMIG/ Governo do Estado de Minas Gerais, à Prefeitura Municipal de Diamantina e à Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri – UFVJM, um protocolo de intenções, que prevê, ainda, estudos para a viabilização da olivicultura na região. Visitas técnicas e eventos online já vêm ocorrendo.

Ensino 

As atividades de ensino e transferência de tecnologias precisaram migrar para o ambiente virtual. Os programas de ensino e de aulas dos alunos da EPAMIG Instituto de Laticínios Cândido Tostes (ILCT) e da EPAMIG InstitutoTécnico de Agropecuária e Cooperativismo (ITAC) foram totalmente transpostos para o meio digital. Em paralelo a isso, tiveram sequência os planos para a implantação dos cursos superiores nas instituições e de novas modalidades de Ensino à Distância (EAD).

Transferência e difusão de tecnologias

As atividades de difusão de tecnologias resultaram, até novembro, em 785 eventos e ações técnico-científicas. Destas mais de 500 foram online, com destaque para a Expocafé, o Congresso Nacional de Laticínios (CNL), o PalmaTech e o Encontro Regional de Agroecologia, atividades programadas para o formato presencial e que devem ter modelo híbrido a partir das próximas edições. As publicações técnicas da EPAMIG também mantiveram a periodicidade, foram seis edições do Informe Agropecuário e 40 cartilhas e livros.

Avanços gerenciais

No primeiro semestre de 2020, a EPAMIG concluiu o Programa de Desligamento Voluntário (PDV), que teve a adesão de 200 colaboradores. Além disso, a adoção de novas ferramentas, como o Sistema de Gestão Integrada (SGI), tem ajudado no monitoramento e acompanhamento da execução das atividades por unidade, apontando as metas alcançadas e os pontos de atenção. “Ainda que de forma virtual, temos buscado manter o diálogo direto com os nossos colaboradores e a transparência, quanto às ações e aos direcionamentos de nossa administração”, finaliza Nilda Soares.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura