NOTÍCIAS

Estação Quarentenária da SGS amplia serviços de análises de pragas

Unidade oferece testes abrangentes em 61 espécies que representam as principais culturas utilizadas no Brasil.

A Estação Quarentenária da SGS, localizada em Piracicaba (SP), adicionou mais 14 serviços de análises fitossanitárias de quarentena. A partir de agora, a unidade oferece testes abrangentes em 61 espécies (dentre sementes, partes vegetais e culturas in vitro) que representam as principais culturas utilizadas no Brasil para processamento de alimentos, rações e produtos farmacêuticos.

A unidade atua em conjunto com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) na defesa sanitária do Brasil. Por isso, utiliza equipamentos modernos e profissionais altamente qualificados para análise de novas variedades ou tecnologias importadas, transgênicas ou não, para pesquisas no país.

“Com mais de 140 anos de experiência atuando em mercados globais, estamos posicionados de forma ideal para ajudar o setor agrícola brasileiro a obter resultados de alta qualidade. Nossos serviços de análise são realizados para garantir a segurança fitossanitária de sementes, plantas e outros materiais de propagação à medida que entram no país. Somos a primeira escolha para empresas agrícolas que buscam análises seguras, rápidas e precisas de seus produtos agrícolas”, explica o gerente geral da SGS - AFL Seed & Crop, Edson Corbo.

A Estação Quarentenária da SGS funciona desde 2016. Opera o ano todo, independente da variedade a ser pesquisada. O local conta com filtragem de ar e vácuo negativo que eliminam a possibilidade de entrada ou saída de pragas. A unidade tem também câmaras de crescimento de plantas, desenvolvida pela SGS.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura