NOTÍCIAS

FMC celebra 20 anos do Clube da Fibra com lançamentos de tecnologias e firma parceria em prol do movimento “Sou de Algodão”

A FMC Agricultural Solutions está atenta à evolução tecnológica do setor e busca continuamente por novas opções para auxiliar o produtor brasileiro em suas demandas. Há 20 anos, a companhia reúne os principais cotonicultores do país em um evento que procura atualizá-los sobre os temas que impactam sua produtividade e rentabilidade. Nesta edição do Clube da Fibra, os 320 participantes se reuniram entre os dias 24 e 26 de maio, no Grand Hyatt Hotel, no Rio de Janeiro-RJ.

Durante o encontro, a companhia lançou dois produtos: Presence, o primeiro nematicida microbiológico do mercado com registro para o tratamento de sementes e Nordik, mais um aliado para o controle do Bicudo-do-Algodoeiro. “Esses produtos são parte de uma força-tarefa que auxilia os produtores no combate de pragas e doenças de difícil controle. O segredo para termos sucesso nessa batalha é oferecer um manejo integrado e eficiente que age em todo o sistema com tecnologias de aplicação e práticas agronômicas”, aponta o Presidente da FMC América Latina, Ronaldo Pereira.

Presence atua por contato com múltiplos mecanismos de ação devido à ação sinérgica das bactérias Bacillus subtilis e Bacillus licheniformis o que proporciona grandes benefícios para as culturas, promovendo maior sanidade da raiz no momento primordial para o sucesso do estabelecimento da cultura, a formulação WS específica para tratamento de semente não aumenta o volume de calda, possui excelente estabilidade e a maior concentração do mercado, além de ser compatível com todos os produtos químicos utilizados hoje no tratamento de semente.

Nordik aumenta a eficácia no controle de Bicudo-do-Algodoeiro devido ao seu maior poder de choque e persistência na folha do algodoeiro, fruto da sua formulação única com dois ingredientes ativos que se completam no controle da praga. Além disso, o produto assegura a utilização de dois modos de ação diferentes em uma única aplicação, prática vital para o manejo de resistência.

"Sou de Algodão": FMC confirma apoio ao movimento - A Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa) é a entidade parceira do encontro e, na ocasião, também realiza um lançamento: a segunda etapa da campanha “Sou de Algodão”. O objetivo do movimento é aumentar o consumo de algodão, por meio de informação, promoção e ações em negócios. Como resultado das ações, prevê-se um crescimento impulsionado no conteúdo médio atual de algodão dos segmentos de vestuário, de 54% para 64%, em cinco anos, o que resulta em valor incremental de venda no varejo, de aproximadamente R$ 11 bilhões anuais. Isto representa, na ponta, 114 mil toneladas na produção de plumas de algodão a cada ano.

Durante a coletiva de imprensa realizada foi firmada a parceria com a FMC, que será a principal investidora e apoiadora do movimento Sou de Algodão e o Presidente da FMC América Latina, Ronaldo Pereira também terá uma assento no Comitê do “Sou de Algodão”. “Esse é o programa que influencia o hábito do consumidor final e traz benefícios para toda a cadeia produtiva do algodão. Por isso apostamos nesse movimento e queremos lutar em prol da expansão do consumo do algodão, valorização nacional e a qualidade dessa cultura. Não há forma melhor de comemorar nosso aniversário de 20 anos do Clube, apoiando esse projeto tão importante, pois é com muita alegria que participaremos ativamente desse movimento que gera sustentabilidade para o próprio negócio”, destaca Ronaldo.

A estilista Martha Medeiros realizou uma palestra emocionante sobre como agregar valor no algodão, contando toda a sua trajetória e o trabalho que faz com as rendeiras no interior do estado de Alagoas. Ela é uma das porta-vozes da campanha e inflou o público contando sobre a persistência no desenvolvimento da sua carreira internacional e a crença em fazer algo de melhor na vida das pessoas.

Painéis

Para discutir métodos com objetivo de conseguir atingir as expectativas e demandas nacionais e internacionais foram realizados diversos debates no evento. O primeiro painel do evento abordou o “Plano estratégico de fomento do mercado consumidor”, ministrado pela Abrapa. Em seguida, a FMC concedeu alternativas para incrementar ainda mais produtividade em cada hectare conquistado, engajando os produtores a crescer de maneira sustentável, levando em consideração a inovação que o setor necessita.

Um dos painéis de destaque foi a “Sustentabilidade do Negócio em Cenários Políticos e Econômicos Turbulentos”, que contou com palestras sobre macroeconomia, cenário brasileiro, gestão de negócios e reflexos no agronegócio. Os temas foram debatidos por Marco Maciel, economista chefe da Bloomberg; Kennedy Alencar, jornalista especializado em política e economia; e Roberto Rodrigues, ex-ministro da Agricultura e Coordenador do Centro de Agronegócio, FGV-EESP.

Para Ronaldo Pereira, o Clube da Fibra é um evento tradicional e visto como referência em fórum de debate para a cultura do algodão. “Nosso intuito é contribuir para o desenvolvimento sustentável da produção de algodão e o Clube é um momento de consagração e troca de conhecimento e experiências. Nossa história evoluiu junto com toda a cadeia produtiva da cotonicultura e dessa forma, buscamos inovar em cada edição e propiciar momentos que auxiliem no dia a dia do produtor e em sua tomada de decisão. A FMC se empenha para ser um parceiro dos produtores, fazendo com que a realidade do agronegócio brasileiro seja exemplo para o mercado internacional”, comenta.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura