NOTÍCIAS

Grupo Zasso conquista certificação internacional

Certificado da AEF foi concedido ao sistema Kratos, garantindo assim transparência sobre questões de compatibilidade entre os componentes eletrônicos e elétricos nos equipamentos da companhia. - Foto: Divulgação

O Grupo Zasso deu mais um importante passo na sua consolidação nacional e no exterior com a conquista de mais uma certificação. Trata-se do certificado de compatibilidade internacional Agricultural Industry Electronics Foundation (AEF) ao sistema wireless de controle e monitoramento, o Kratos. Este está presente nas plataformas de capina elétrica da Zasso (Dionysus, Thor, Tupã e Zeus). A conquista é atribuída por uma organização independente fundada por oito fabricantes internacionais de equipamentos agrícolas e três associações, juntamente com outros 200 membros.

Na prática a entidade trabalha para estabelecer transparência sobre questões de compatibilidade entre fabricantes de componentes eletrônicos e elétricos em equipamentos agrícolas padronizando a comunicação entre eles, independente do fabricante. “Com essa certificação, temos a credibilidade e a confiança necessárias de que nosso sistema Kratos e toda tecnologia envolvida estão dentro dos padrões mais rigorosos para sistemas de controle”, diz o Co-CEO da companhia, Sérgio Coutinho.

O objetivo da AEF é ter uma descrição mais clara da eficiência de um sistema ISOBUS independente de quem é o fabricante e ter assim um aumento da confiabilidade operacional para o agricultor.

Para entender a importância dessa mudança, antes da ISOBUS, os agricultores limitavam-se a usar um display de precisão específico e um sistema de controle para operar uma máquina. “Se algo mudasse (por exemplo, o cliente comprasse um novo pulverizador, trator,etc.) o display/controlador poderia se tornar obsoleto devido à incompatibilidade. A ISOBUS resolve este problema através do uso de conectores padronizados, protocolos de comunicação e diretrizes operacionais’, destaca o executivo da Zasso.

O Kratos é a primeira plataforma do gênero no Brasil a fazer uso de tecnologia wireless, o que permitiu reduzir o custo drasticamente.

O Kratos

O sistema Kratos foi criado para que houvesse essa integração dos módulos de potência com qualquer trator existente no mercado que cumpra com os requisitos mínimos para a operação. Através dele é possível ligar e desligar a máquina manualmente através da IHM (Interface Homem-Máquina), fazer leituras elétricas e ainda a coleta de dados dos módulos. Tudo enviado para um banco de dados na nuvem, informações como localização, temperatura e magnitudes elétricas dos módulos. “Desta forma estes dados podem ser utilizados, por exemplo, para a realização de manutenção preventiva do implemento, melhoria na qualidade do plantio, identificação de problemas e mapeamento”, explica Coutinho.

Garantia ao agricultor

Até recentemente a conexão de diferentes implementos ao trator poderia ser problemática porque exigia tantos dispositivos de controle quanto ferramentas a serem colocadas na cabine, sem mencionar todos os vários cabos. Com a introdução de novas tecnologias, o número de dispositivos de controle na cabine também poderia se tornar elevado, tornando ainda mais difícil o gerenciamento. A introdução da AEF ISOBUS é, portanto, uma verdadeira revolução neste campo.

Graças à AEF e ISOBUS, a cabine se torna um autêntico computador de bordo que pode controlar as ferramentas e implementos, garantindo assim a troca de informações mais precisas, menos trabalhosas e menor quantidade de equipamentos ligados em diversos lugares na cabine do trator. “Quando o agricultor compra algo certificado pela AEF, isso se traduz em mais segurança e com isso maior garantia”, diz Coutinho.

O executivo acrescenta ainda que a certificação do sistema Kratos é um grande marco para a Zasso. “Podemos ter a certeza de oferecer para o mercado produtos compatíveis com a plataforma ISOBUS, como este sistema que acompanhará a terceira geração dos nossos equipamentos. Quer dizer que tudo pode ser ligado em uma única tela, com um único conector, sem emaranhado de fios, sem dores de cabeça para quem opera a máquina”, finaliza.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura