NOTÍCIAS

Inovação marca o plantio da área da Abertura da Colheita do Arroz

Evento será realizado de 12 a 14 de fevereiro de 2020, trazendo novidades em tecnologia e alternativas de futuro ao produtor. - Foto: André Matos/Divulgação

Foi iniciada nesta semana a semeadura da área que acolherá a 30ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz e Grãos em Terras Baixas, com o plantio da área principal e preparação de terrenos adjacentes. O evento acontecerá de 12 a 14 de fevereiro de 2020 na Estação Terras Baixas, da Embrapa Clima Temperado, em Capão do Leão (RS), e trará como enfoque temas como intensificação e sustentabilidade, ao incentivar a busca da integração do arroz com a cultura de soja e com a pecuária.

Como no ano passado, a área vai ser dividida entre duas cultivares: a Irga 431 CL, do Instituto Riograndense do Arroz, e a BRS Pampa CL, produzida pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Ao lado, haverá uma expansão do espaço reservado às pastagens para pecuária, e será feita a instalação de um pivô para irrigação do arroz. O presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), Alexandre Velho, destaca que esta é uma grande inovação, pois o equipamento, que normalmente é utilizado nas lavouras de soja, será usado também para o arroz. “O evento é uma ótima oportunidade que os produtores têm de buscar informação, trocar experiências e acompanhar os lançamentos das empresas. Queremos mostrar que existem alternativas que trazem segurança e sustentabilidade para a cultura de arroz”, afirma.

Para o dirigente, o futuro passa por se explorar atividades que vão além da monocultura. “A alternância com a soja pode reduzir o custo de produção em 15%, e aumentar a produtividade na faixa de 10% a 20%”, ressalta, acrescentando que cada propriedade tem as suas características e, portanto, cada uma deve implantar o melhor sistema dentro das próprias capacidades. “Queremos que o produtor visualize oportunidades e caminhos”, reforça.

Conforme o coordenador do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) da Zona Sul, André Matos, além da área principal também serão semeadas nas próximas semanas as vitrines tecnológicas das empresas, que terão lavouras demonstrativas para compor o roteiro dos produtores que buscam informações e novidades no setor. “Destacamos nosso esforço em fazer uma Abertura ainda melhor e mais caprichada, que traga conhecimentos complementares e seja de utilidade ao produtor”, comenta. Matos destaca ainda a participação da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), que apresentará seus estudos e soluções para a cadeia arrozeira.

No próximo dia 11 de outubro, será realizado o lançamento da Abertura Oficial da Colheita do Arroz durante a Expofeira de Pelotas, a partir das 15h, na sede da Associação Rural de Pelotas, no parque Ildefonso Simões Lopes. A Abertura Oficial da Colheita do Arroz é uma promoção da Federarroz com co-realização da Embrapa e apoio do Irga. O evento possui o objetivo de desenvolver o setor orizícola, reunindo produtores, colaboradores, autoridades, entidades e empresas do agronegócio do arroz, com a finalidade de mostrar os avanços científicos e discutir a realidade socioeconômica do setor em nível nacional e internacional.  

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura