NOTÍCIAS

Isla Sementes reúne influenciadores e chefs em encontro que estimula alimentação saudável

O cenário de alimentação no Brasil ainda está longe de ser o ideal. Atualmente, os brasileiros consomem apenas um terço da quantidade de hortaliças recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o equivalente a 400 gramas por dia, no mínimo. Objetivando o aumento desse consumo, assim como maior consciência sobre a importância de uma alimentação mais saudável, é que a Isla Sementes realiza desde 2014 um projeto ambicioso: mostrar que o Brasil tem muito mais variedades de hortaliças do que se imagina e que é possível melhorar a qualidade da nossa alimentação consumindo hortaliças mais variadas e gostosas. 

O encontro ‘Colheita dos Chefs’, lançado pela empresa há 5 anos, levou chefs de todo Brasil para conhecer a sua horta experimental em Itapuã (RS), e para colher direto do pé a grande variedade de hortaliças e, assim, através dos chefs, ajudar o brasileiro a comer melhor. 

Segundo o chef Onildo Rocha, do restaurante cozinha Roccia, que participou pela primeira vez, o evento é muito importante para que os chefs entendam e conheçam toda a cadeia de produção das hortaliças. “Vir a campo, conhecer todos os produtos, ver in loco e ainda colher é uma sacada incrível. A gente vê que o trabalho é concreto. Tem raiz. Tem base”, falou ele. 

Outro participante, o chef Rodrigo Bellora do restaurante Valle Rústico, falou da importância do chef para mudança da alimentação do brasileiro. “Hoje o chef vive um momento muito importante na sociedade que não é so cozinhar. Nós conseguimos educar e ensinar. O que falamos tem muita importância perante a sociedade, e isso é muito legal, pois aumenta ainda mais a nossa responsabilidade em saber o que vamos apresentar, qual a diversidade e quem vai ser o protagonista do prato. E hoje não tem como não ver isso. E o chef tem uma importância muito grande sobre como vamos nos alimentar, do que vamos nos alimentar e porquê’, questionou. 

A iniciativa do ‘Colheita dos Chefs’ vem dando tão certo que em 2016 a empresa lançou a ‘Super Colheita’, objetivando incentivar as pessoas a ter uma melhor alimentação não só a partir de quem prepara os alimentos, mas também através de pessoas que promovem o estimulo a uma alimentação saudável através do seu trabalho.

É o caso da Regina Tchelly, fundadora do projeto Favela Orgânica que participou pela primeira vez do ‘Super Colheita’ e acredita que o evento é essencial para que as pessoas pensem mais sobre o alimento. “Nós podemos ser agentes comunicadores do alimento. Mostrando quanto tempo um tomate demora para crescer, por exemplo, quantos tipos de manjericão nós temos. Daí a importância de reunir essas pessoas, que vão disseminar essas informações”, falou.  

Esse ano, as colheitas foram realizadas no dia 22 de Janeiro reunindo nomes como: Marcelo Schambeck, Liliana Andriola, Altemir Pessali, Rodrigo Bellora e Rafael Jacobi para preparar o jantar de comemoração de 5 anos do ‘Colheita dos Chefs’, e influenciadores, como: Regina Tchelly, Natalia Luglio, Daniela Leite, entre outros. 

Durante os encontros, os convidados conheceram as novidades do setor de horticultura, como os quiabos Canindé e Guará, que deverão chegar ao Mercado até a metade do ano, entre outras variedades. 

"Hoje muitos restaurantes usam a hortaliça como protagonista do prato, mas há cinco anos quando começamos esse projeto não era assim. Hoje são outros questionamentos, e embora tenhamos dados positivos ainda tem muito a ser feito. Por isso é tão importante estarmos reunidos para mudar esse cenário", disse Diana Werner, presidente da Isla, na abertura do evento. 

Atualmente as Colheitas ISLA acontecem anualmente e são uma importante ação que tem como objetivo unir toda a cadeia da da alimentação, desde a produção das hortaliças, até o Mercado gastronômico e o público final.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura