NOTÍCIAS

Liquidez é baixa e cotações de soja recuam

As cotações internas da soja em grão se enfraqueceram nos últimos dias, diante de uma demanda arrefecida. Foto: Tony Oliveira/CNA Brasil

As cotações internas da soja em grão se enfraqueceram nos últimos dias, diante de uma demanda arrefecida. Segundo colaboradores do Cepea, compradores se mostram estocados e, por isso, estão fora de mercado para novas aquisições. Vendedores também não demonstram interesse em negociar o remanescente da safra 2017/18, uma vez que consideram baixos os preços atuais. Além disso, produtores estão focados no semeio e nos tratos culturais das lavouras da temporada 2018/19, deixando a comercialização de lado. 

Os prêmios de exportação também seguiram em queda por mais uma semana, refletindo a possibilidade de retomada das negociações entre Estados Unidos e China e também a expectativa de maior oferta na América do Sul no primeiro semestre de 2019, o que limitou ainda mais as negociações no mercado doméstico. Entre 16 e 23 de novembro, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa da soja Paranaguá (PR) recuou 1,6%, a R$ 83,24/saca de 60 kg na sexta-feira, 23. No mesmo comparativo, o Indicador CEPEA/ESALQ Paraná teve queda de 1,1%, a R$ 77,62/sc de 60 kg no dia 23. As baixas só não foram mais expressivas devido à valorização de 2,1% do dólar no período, que fechou a R$ 3,81 na sexta, 23. 

www.cepea.esalq.usp.br

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura